Vilar explica mudanças no ataque e aprova atuação de Roniel contra o Sampaio Corrêa

Foto: Divulgação/ Botafogo-PB



O empate por 1 a 1 diante do Sampaio Corrêa não deixou o torcedor do Botafogo-PB feliz. O resultado mantém a equipe invicta na Copa do Nordeste, mas também ainda sem vencer no torneio, no qual está na sétima colocação do Grupo B, com 3 pontos em três jogos.

Depois do apito final contra a Bolívia Querida, o treinador Marcelo Vilar respondeu alguns questionamentos e, em um deles, afirmou que apesar do placar não ter sido favorável, ele aprovou o que viu dentro de campo no estádio Almeidão.

– A atuação do time não foi o que se esperava em termos de resultado, de vitória, mas em termo tático, em termo de disposição, em termo de entrega, atuação foi satisfatória – afirmou.

Sobre a demora para mexer no time no segundo tempo, Marcelo Vilar explicou que estava satisfeito com a atuação, ressaltando que qualquer mexida pode melhorar, mas também pode piorar o time. Como gostava do que via, estava aguardando o gol.

Com a bola rolando, percebeu-se que a equipe buscava muito as jogadas pelos lados e, consequentemente, o homem de referência dentro da área, que não tinha porque Rafael Oliveira se lesionou no treino e foi poupado da partida. O técnico do Belo falou sobre a opção de entrar com Welton Felipe e Roniel, dois jogadores de velocidade, no setor ofensivo botafoguense.

– Rafael Oliveira, ele estreou estreou muito bem, mas sentiu um desconforto muscular. Contratamos o Sávio, garoto que veio do Grêmio, que poderia ter sido utilizado hoje, entretanto, ele pegou calos conta de uma chuteira nova e inflamou demais, e ele não teve condição de jogo, e a gente só conta com o Ramon que um jogador jovem que ainda tá no seu processo de formação. A gente sentiu a falta desse jogador realmente hoje no jogo, embora tenha gostado da atuação do Roniel, porque eu sabia que o Sampaio era um time que jogava com a linha alta a sua defesa mais à frente, que eu poderia utilizar velocidade do romeu, como aconteceu na jogada que a gente fez o gol e em algumas outras jogadas de contra-ataque. Foi importante também a gente utilizar o que a gente tinha naquele momento – disse.

O Botafogo-PB tem uma semana cheia de treinamentos, já que só volta a campo no fim da noite de domingo (21), no estádio Rei Pelé, em Maceió, onde irá enfrentar o CRB-AL, pela quarta rodada do torneio regional. A estreia no Paraibano diante do Sousa, que seria na próxima quarta-feira (17), como se sabe, foi adiada para 1 de abril.


Equipe @Vozdatorcida