Sertão

VÍDEO: Sob forte comoção, familiares e amigos se despedem com tristeza de Luzia da Difusora, segunda vítima de tragédia com viga de concreto em Cajazeiras

Luzia foi atingida por uma viga de concreto que desabou, em uma tragédia que chocou a cidade, quando uma estrutura de concreto caiu sob três pessoas que estavam em uma calçada na rua Max Alberto Ferreira, bairro Sol Nascente, na zona norte de Cajazeiras

ÓTICAS GUIMARÃES

Sob forte comoção, familiares e amigos se despediram na manhã deste domingo (08), de Luzia Rolim, 65 anos, que morreu na madrugada deste sábado (07) no Hospital Regional de Cajazeiras. Luzia foi atingida por uma viga de concreto que desabou, em uma tragédia que chocou a cidade, quando uma estrutura de concreto caiu sob três pessoas que estavam em uma calçada na rua Max Alberto Ferreira, bairro Sol Nascente, na zona norte de Cajazeiras, no final da tarde desta sexta-feira (06)

Na tragédia, Maria Luiza, uma criança de 6 anos não resistiu e morreu, e uma idosa ficou ferida gravemente.

O corpo de Luzia da Difusora como era mais conhecida, foi velado no Memorial São Sebastião durante todo sábado e na manhã deste domingo (08), familiares e amigos deram o último adeus no sepultamento.

Luzia Rolim trabalhou durante mais de 30 anos na Rádio Difusora. Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal / Redes Sociais

Luzia Rolim foi sepultada no cemitério Coração de Maria, no centro de Cajazeiras.

ORIGENS E TRABALHO

Luiza Rolim era natural da comunidade rural Lagoa da Goma, município de Santa Helena na região do Vale do Rio do Peixe, sertão da Paraíba.

Ela trabalhou por mais de 30 anos no departamento comercial da Difusora Rádio Cajazeiras.

Luzia Rolim trabalhou durante mais de 30 anos na Rádio Difusora. Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal / Redes Sociais

Luzia da Difusora era casada e deixa duas filhas.

Fonte: Diário do Sertão


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo