Vice presidente do SINFEMP e vereador Zé Gonçalves critica erros nos contracheques dos servidores de Patos neste mês de janeiro de 2021



A direção do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, afirmou que não tem nenhuma justificativa os erros cometidos pela Prefeitura de Patos no tocante ao salário e contracheques dos servidores públicos municipais neste mês de janeiro de 2021.
Para a presidente da entidade, Carminha Soares, quando é para pagar a menor, aumentar a taxa de contribuição de 11% para 14% dos servidores, é a maior agilidade, mas quando é para pagar o correto eles esquecem.
Diversos servidores estão reclamando da situação, com salários inferiores, adicional noturno pago também a menor, gratificações, causando uma grande revolta para as categorias prejudicadas.” Não justifica esse desmantelo numa folha de pagamento que não chega a três mil servidores’, disse a mesma.

O vice presidente do SINFEMP e vereador Zé Gonçalves, afirmou que desde 2017 tem uma tropa de choque no setor pessoal que o único objetivo é retirar direitos, reduzir salários, gratificações, adicional noturno e perseguir servidores.” Espero que cesse tudo isso nessa gestão de Nabor Wanderley pois nem os servidores aguentam mais tantas perseguições e nós vamos fazer a luta no SINFEMP e na Câmara Municipal”, disse o sindicalista.

O SINFEMP orienta que todos os servidores imprimam seus contracheques do mês de janeiro de 2021, mas que também tenham em mãos os de 2020, além da ficha financeira individual.

Assessoria