Vereadores revelam esquema de desvio de recursos públicos no Matadouro Municipal de Patos



Na sessão remota da Câmara Municipal de Patos desta terça-feira, dia 21, o vereador Ederlan de Oliveira, o Góia, juntamente com o vereador Ramon Pantera, fizeram graves denúncias sobre desvios de recursos públicos no Matadouro Municipal de Patos.

Os parlamentares revelaram que estiveram no Matadouro Municipal de Patos e descobriram um esquema de desvios de recursos através de método do tipo “caixa dois”, no qual o dinheiro que era arrecadado em espécie não passava pela contabilidade oficial e nem por boletos bancários. Os vereadores também relataram que os números reais dos animais abatidos eram reduzidos para esconder a fraude.

Góia e Ramon revelaram que fizeram vídeos no momento em que estiveram no Matadouro Municipal de Patos. Na fiscalização, os parlamentares exigiram que o funcionário responsável pela arrecadação mostrasse a arrecadação do dia. De acordo com os vereadores, o funcionário acabou se contradizendo e revelou que o dinheiro era arrecadado em mãos e não por boletos. “Patos tá com uma quadrilha de novo implantada dentro da Prefeitura…dinheiro tá entrando e não tá indo para conta do município, mas sim para o bolso de sicrano e beltrano…”, disse Góia.

De acordo com os vereadores, o diretor do Matadouro Municipal de Patos pediu demissão assim que ocorreu a fiscalização e a revelação do escândalo. Góia disse que são 58 Mil Reais arrecadados mensalmente, porém o órgão encontra-se abandonado. O parlamentar reclamou do Ministério Público Estadual (MPE), pois ele relatou ter feito 23 denúncias, porém, até o momento não houve posicionamento do órgão ministerial de fiscalização.

Ramon Pantera comentou que as provas são robustas e já não é mais uma denúncia, mas sim existem provas cabais de desvios de recursos públicos no Matadouro Municipal de Patos. Ramon disse que falou com um comerciante que relatou que paga em mãos as taxas por animais abatidos e não através de boletos.

A reportagem fez contato com o secretário de Agricultura do Município de Patos, Júnior Guedes, para se posicionar sobre as denúncias feitas na Câmara Municipal de Patos. Júnior Guedes falou que não é de sua responsabilidade a questão de arrecadação de recursos, mas sim da Secretaria de Finanças do Município de Patos.

Mediante tal informação, a reportagem também fez contato com o secretário de Finanças do Município de Patos, Arnon Medeiros. O secretário se posicionou de forma categórica e afirmou que a gestão sabe que a administração do Matadouro Municipal de Patos cabe a Secretaria de Agricultura em todos os aspectos, estruturais e financeiros.

Diante das denúncias, o prefeito interino Ivanes Lacerda tornou público que vai abrir uma sindicância para apurar os fatos levantados pelos vereadores Góia e Ramon.


Jozivan Antero – Patosonline.com