Vereadora Lucinha cobra repasse da verba do Fundef. Procurador do município explica. Escute



A vereadora Lucinha Peixoto (PCdoB) não mede esforços para fiscalizar as ações do atual governo municipal de Patos. Recentemente a parlamentar disse que esteve acompanhada do vereador Ivanes Lacerda (PMDB) durante visita à sede da Vara do Trabalho e lá recebeu a informação de que a verba do Fundef que já era pra ter sido repassada aos professores do município, está desbloqueada e liberada para ser transferida para as contas.

 Lucinha ainda reclama o fato do prefeito Dinaldo Filho e o procurador do município, estarem planejando para fazer o pagamento por meio de cheque.

 “É a mídia que ele está querendo?. (…) o dinheiro que foi requerido na gestão de Nabor e que foi conquistado na gestão de Francisca Motta. Depois que divulgamos isso, percebi que saiu uma matéria informando que o prefeito vai fazer o rateio da verba com o município e também o repasse ainda esta semana, mas através de um cheque. Tenha consciência prefeito, pois nesta ação a única parte que lhe coube foi negociar e retirar 60% da verba para aplicar na educação. Iremos fiscalizar essa aplicação”, garantiu a parlamentar.

Diante das declarações de Lucinha, o procurador do município, Phillipe Palmeira, comunicou que os talões de cheque já foram solicitados para que os repasses sejam feitos o mais rápido aos professores. 

Sobre a modalidade de cheque para efetuar o pagamento, Phillipe disse que a escolha se deu por uma recomendação do contador da prefeitura, que disse ser melhor utilizar um cheque para não misturar uma indenização com o salário da conta dos professores.

O procurador ainda disse que será elaborada uma planilha de repasses para que cada funcionário possa receber diretamente na caixa econômica. Isso deve acontecer na próxima semana.

Saiba mais na entrevista que segue.

 


Matéria por Patosonline.com / Hélio Barbosa