• Dra Milena
Politica

Vereador Sales Júnior comenta projeto que reajusta contrapartida municipal para o São João de Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

A Lei que destina o valor de 1 milhão e meio de reais para realização do São João de Patos já está em vigor. Contudo, o município, na atual gestão do prefeito Nabor Wanderley, precisa de um pouco mais de recurso para retornar com o grande evento no ano de 2022.

Quem trouxe mais detalhes sobre isso foi o vereador e líder do governo municipal, Sales Júnior. Ele conta que a modalidade de realização do São João de Patos é pela terceirização, e que o evento gera um custo total de quase 5 milhões de reais.

Ainda segundo Sales, a contrapartida do município já está bem abaixo da necessidade real do evento, e portanto o município enviou um projeto de lei para ser votado em urgência urgentíssima, solicitando o reajuste da contrapartida para 2 milhões de reais. O pedido de celeridade se justifica pelo recesso parlamentar que tem início esta semana, conforme garantiu Sales Júnior.

Sendo aprovada, a lei já estabelece condições para que a Prefeitura de Patos comece a planejar a realização do evento para o próximo ano, de modo a garantir novamente as condições para gerar mais renda para o município.

A empresa que vencer o processo licitatório ficará responsável por angariar o restante da verba para custear a próxima edição do São João de Patos.

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo