Politica

Vereador reclama após não ter Ofício recebido por funcionário da Secretaria do Meio Ambiente de Patos. Secretário responde. Escute

ÓTICAS GUIMARÃES

O vereador Ederlan dos Santos Oliveira (PV) usou a Tribuna da Câmara Municipal de Patos na noite desta quinta-feira, 30 de maio, para expor sua revolta e indignação após ter recebido de volta um Ofício que havia encaminhado para a Secretaria de Meio Ambiente do município, que tem como secretário Silvio Moreira. O fato ocorreu na tarde desta quinta-feira, quando junto aos demais documentos de outros vereadores o responsável por entregar o referido nos endereços, foi informado que não iria receber ofícios do vereador Goia, a não ser que ele pessoalmente fosse entregar no órgão público.

Todos os ofícios foram recebidos, menos o do vereador Goia, razão que gerou polêmica e revolta no mesmo, uma vez que ele foi pego de surpresa pela notícia da devolução, já que o projeto tratava-se de um pedido para podar as árvores da Avenida Lima Campos no bairro São Sebastião.

“Eu recebi como uma surpresa. Ao me sentar-se à mesa o rapaz que faz as entregas dos requerimentos dos vereadores chegou pra mim e disse que o requerimento que eu havia encaminhado a secretaria não recebeu”. Relatou

O vereador Ederlan dos Santos defendeu o poder do regimento interno, o qual define que órgãos públicos recebam requerimentos da casa Juvenal Lúcio de Sousa assim como também a importância dos cargos públicos, mas se baseando na suposta vingança a qual poderia ser o motivo da restituição do requerimento Ederlan explicou que irá tomar providências.

“Não estou desrespeitando ninguém, respeito todo e qualquer servidor público. Mas isso não pode acontecer. Estou imaginando que seja por conta da minha denúncia que eu formulei no Ministério Público sobre a questão das madeiras que estavam sendo retiradas dos leitos e matas auxiliares dos rios aonde dei entrada no Ministério Público Federal, mas vou esperar o resultado”. Completou Goia.

A presidente da Câmara Municipal de Patos se posicionou sobre o caso convidando o secretário da pasta, Silvio Moreira, para prestar esclarecimentos assim como também o prefeito interino Sales Júnior para se pronunciar sobre o assunto.

“Nós iremos tomar as devidas medidas, creio eu que foi um fato isolado de uma funcionária então iremos conversar com o secretário como também o prefeito ele deverá também saber dessa atitude uma vez que foi um despeito a essa casa legislativa”. Relatou Tide Eduardo presidente da câmara.

Em contato com o secretário Silvio Moreira na manhã desta sexta-feira (31) o mesmo apresentou sua surpresa em relação ao caso.

“Aqui a gente não costuma recusar documento, ofício, ou atendimento as pessoas. Eu acho que aconteceu um mal entendido entre o funcionário e a pessoa que veio entregar. Acredito que o rapaz não soube explicar como funcionar referente ao requerimento de podas, porque aqui existe um formulário que precisam ser preenchidos e tem que informar alguns detalhes a respeito da árvore. E aqui nós não temos rancor de nada até porque se trata de questões administrativas então não tem nenhuma questão pessoal”, disse ele.

Escute o vereador Goia:

 

Carlos Dhaniel – PatosOnline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo