Vereador patoense afirma que prefeito interino quer fazer política com dinheiro do São João



A celeuma em torno do crédito suplementar solicitado pelo prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda (MDB) a Câmara de Vereadores para realizar o São de João de Patos 2020 continua a todo vapor.

A justificativa do interino, é que é necessário agora o crédito para que sua equipe comece a contratar as bandas, e montar o evento. Ivanes também entende que o São João significa muito para a economia da cidade, e por isso tem quer ser tratado com prioridade.

Já seus adversários não pensam dessa forma. Com a intenção de Ivanes de ser candidato a prefeito de Patos nas próximas eleições seus opositores ficaram de olho aberto.  

O Vereador Toinho Nascimento (PSDB), por exemplo, questionou em entrevista ao Blog do Jordan Bezerra, o projeto de lei enviado pelo prefeito, pedindo a autorização de crédito suplementar. Nascimento disse que o prefeito interino quer fazer política. Segundo ele, a população de Patos vem sentindo na pele os efeitos da atual crise econômica que vivencia o município.

Sem antecipar qual será o seu posicionamento na votação da próxima semana, o parlamentar questionou qual será a origem dos recursos utilizados na festa e criticou a falta dos serviços essenciais à população.

Patosonline.com

Com informações publicadas pelo Blog do Jordan Bezerra