Vereador José Gonçalves se abstém do voto e faz discurso de independência na Câmara Municipal de Patos



O vereador José Gonçalves (PT) decidiu se abster do voto na eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Patos. O processo de escolha aconteceu na manhã desta sexta-feira, dia 1º de janeiro, e contou com duas chapas disputando o pleito.

Durante o seu discurso, antes de declarar o voto, José Gonçalves falou que o seu partido tem uma base sólida junto os trabalhadores e trabalhadoras. O parlamentar disse que se absteve e justificou que irá observar nos próximos dois anos qual será o comportamento da mesa diretora. “…a maior vitória que foi me dada foi justamente ser eleito vereador após 38 anos de luta…me abstenho dessa votação, mas não me abstenho em nenhum momento de fazer a luta do povo…”, afirmou José Gonçalves.

A chapa encabeçada pela vereadora Tide Eduardo obteve 9 votos e a do vereador Jamersom Ferreira 7. Além da surpresa da abstenção do vereador José Gonçalves, a vereador Nadir Rodrigues, que até então poderia votar em Tide, decidiu votar em Jamersom Ferreira para acompanhar seu grupo político.

Nega Fôfa, Davi Maia, Emano Araújo, Sales Júnior, Josmá Oliveira, Marcos César, Ferré Maxixe, Wilame e a própria Tide somaram os 9 votos necessários para a vitória da chapa encabeçada por Tide que volta a ser presidente da Câmara Municipal de Patos. Décio, Segundo Brito, Nadinho, Patrian Júnior, Ítalo Lacerda, Nadir e Jamersom Ferreira somaram os 7 votos.

Fontes fidedignas relataram que durante toda a semana aconteceram negociações das mais diversas para garantir os votos. O jogo de interesses pode causar um racha na Câmara Municipal de Patos, porém, não deverá ser empecilho para o prefeito Nabor Wanderley que tem maioria na Casa Juvenal Lúcio de Sousa, independentemente do resultado desta sexta-feira.


Jozivan Antero – Patosonline.com