Vereador de S. J. de Espinharas é acusado de agressão contra um homem e adolescente. Ele se defende é diz que é contra violência



Na última sexta-feira (09), aconteceu um desentendimento que acabou provocando agressão contra pai e filho. Os agressores seriam o vereador Carlinhos Vida, presidente da Câmara Municipal de São José de Espinharas, e seu Tio, o senhor Nilson Vida, contra as vítimas, o agricultor Lázaro Fernandes da Silva (Nego Lázaro) e seu filho adolescente, de treze anos de idade.

De acordo com o Boletim de Ocorrência(BO), prestado por Lázaro, o fato ocorreu em um parque de vaquejada, por volta das 16:30h, localizado no assentamento Nova Espinharas (Tijolos), município de São José, quando Nilson, se dirigiu ao agricultor, mandado que ele cavasse uns buracos para colocar postes, ao se recusar, a vítima teria sido agredida com um soco, foi quando clamou por socorro ao Vereador Carlinhos, que no momento também ajudou o tio a agredir Lázaro, que logo saiu correndo enquanto Carlinhos passou a disparar bandas de tijolos em sua direção.

A vítima declarou ainda em seu depoimento a polícia, que em outras ocasiões, o senhor Nilson, então tio do presidente da Câmara, teria ameaçado de colocar fogo na casa da sua família, por outros desentendimentos, e que isso já é de costume por parte dos acusados.

Em sua defesa, Carlinhos Vida confirmou que esteve no local, juntamente com vários opositores que começaram com provocações, mas que em nenhum momento teve participação no ocorrido, e que poderia provar suas palavras.

“Jamais compactuo com qualquer tipo de agressão, seja lá qual for”, declarou o vereador em mensagem enviada ao jornalista Lúcio Cézar (autor da matéria) via WhatsApp .

Jornalista: Lúcio Cézar