Vereador de Catingueira, Lindeilton Leite, lamenta ataques de FAKE e perseguição



O vereador de Catingueira-PB, Lindeilton Leite, lamentou em suas redes sociais os ataques que vem sofrendo por perfis falsos criados no município.

A câmara de vereadores vai investigar os inúmeros perfis falsos, por meio de uma  Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). Lembrando usar perfil falso é crime e, crime federal.

Segundo o parlamentar, quando ele era do lado do prefeito de Catingueira, era admirado e respeitado pelos ‘chegados’ do gestor, mas como escolheu o outro lado, como a democracia permite, agora, simplesmente não presta.

Veja a postagem  do vereador

O AGORA E O ANTES?

Os bajuladores do poder, já escolheram o vereador para atacar, a última da vez, foi me incluir num grupo do atraso, juntos aos ex-prefeitos.

Engraçado, estes agentes da maldade era os mesmos que a pouco tempo, me chama do parlamentar mais atuante, mais inteligente e o que tinha mais votos…

Vocês sabem muito bem, que ajudei de forma decisiva na eleição do atual prefeito, perguntem a ele ou ao povo, com qual vereador ele gostava de pedir votos, quem ajudava nas articulações políticas, ou qual casa era usada como comitê nas eleições.

É contraditório dizer que não tenho mais votos, e ao mesmo tempo, me atacar diariamente, vem bem a propósito, a famosa frase popular: “NINGUÉM BATE EM CACHORRO MORTO”.

E importante destacar que faço política a mais de 20 anos e não respondo NENHUM, ABSOLUTAMENTE NENHUM PROCESSO POR CORRUPÇÃO.

O motivo da minha possível inelegibilidade se trata unicamente de uma defesa que não chegou ao Tribunal, não por culpa minha, e vocês sabem quem está por trás, e no momento certo, ficará claro, como a luz do meio dia.

Fiquem tranquilos, que continuarei fazendo o que sempre fiz, representando meu povo, sempre com a cabeça erguida e o coração na paz.

Até as urnas, continuo sendo o VEREADOR DO POVO DA CATINGUEIRA!

Blog do Jordan Bezerra




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.