Vereador Capitão Hugo lamenta venda de prédio onde da Junta Militar e pede providências da gestão municipal para o problema. Ouça



O vereador Capitão Hugo disse durante a última sessão da Casa Juvenal Lúcio de Sousa, na última quinta-feira (13), que o prédio onde funciona na sede da Junta Militar de Patos está pra ser vendido, e consequentemente o serviço está correndo o risco de ser suspenso repentinamente.

Capitão Hugo explicou que a sede já estava fechada devido aos problemas com a proliferação de cupins, e que recentemente recebeu a notícia de que o local está correndo o risco de fechamento por tempo indeterminado em razão da venda do prédio por parte do proprietário, que inclusive já colocou a placa de venda do imóvel.

Ainda sobre a questão, o vereador Capitão Hugo disse que o vereador e líder do governo municipal, na Câmara de Vereadores, Ferré Maxixe, informou que a gestão municipal estaria providenciando outra sede para fazer a transferência da Junta Militar de Patos. Porém, até o momento não apresentou uma resposta concreta para a situação.

Preocupado com a situação, Capitão Hugo disse que vai procurar saber mais detalhes de como anda a providência para abrir uma nova sede da Junta Militar, que por sinal é um serviço de total importância para inscrever os jovens que desejam participar do alistamento militar, junto ao Tiro de Guerra 07-002.

Matéria por Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.