Vendedores ambulantes se revoltam com valor cobrado para entrada durante jogo no Estádio Municipal José Cavalcante, em Patos



Vendedores ambulantes se revoltaram durante a realização do jogo de futebol entre Nacional de Patos e Botafogo em partida realizada no Estádio Municipal José Cavalcante na noite da última quarta-feira, dia 29, em Patos.

A revolta dos ambulantes teve início quando o dirigente do Nacional de Patos, Cleodon Bezerra, determinou que seria cobrado R$ 40,00 de cada trabalhador que desejava ingressar no Estádio Municipal. O ingresso estava em média de R$ 20,00 para torcedores e ao se cobrar mais dos ambulantes começou a confusão. Após protestos, o valor cobrado dos ambulantes foi de R$ 30,00.

Um dos vendedores, Celimarques, disse que anteriormente era cobrado um preço abaixo do valor dos torcedores, mas a cobrança considerada abusiva agora gerou protestos. Celimarques relatou que a maioria dos ambulantes são vendedores de pipocas, cachorro quente, picolé, água mineral e refrigerantes. Ele comentou que o lucro é pouco e que essa cobrança deixou pais e mães de família sem poder entrar na partida de futebol para comercializar seus produtos. O trabalhador também denunciou que o dinheiro estava sendo pago em mãos e que não existia controle algum.

Ana Maria, que vende bombons e balinhas, pediu providencias no sentido de criar uma carteirinha, ingresso diferenciado ou mesmo que ajude aos ambulantes, pois a situação é difícil. Outras pessoas fizeram os mesmos apelos aos dirigentes e responsáveis pelo Estádio Municipal José Cavalcante.

Em contato com Cleodon Bezerra, dirigente do Nacional de Patos, a reportagem foi informada que os vendedores ganham dinheiro com o evento e por isso se faz necessária a cobrança extra no valor do ingresso. O dirigente reconheceu o erro na falta de ingresso, mas disse que não existiu arrogância. Cleodon se dispôs a rediscutir o caso da cobrança extra.

Paulo Marinho, secretário de Esportes do Município de Patos, esclareceu que tomou conhecimento da cobrança diferenciada para vendedores ambulantes e convenceu Cleodon para baixar o valor de R$ 40,00 para R$ 30,00. Paulo comentou que vai conversar com o dirigente do Nacional para se chegar a um melhor entendimento sobre o caso levantado pelos trabalhadores.


Jozivan Antero – Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.