Vendedor ambulante denuncia cobrança de taxa por parte da organização do Patos Moto Fest 2019



O Patos Moto Fest se tornou o segundo maior evento em concentração de pessoas e movimentação comercial na cidade de Patos. Em 2019, a organização estimou em 6.000 motociclistas presentes e, apesar dos problemas, o encontro foi considerado um sucesso.

A Prefeitura Municipal de Patos destinou R$ 30.000,00 para a organização da festa que está no seu 10º ano. O Patos Moto Fest 2019 teve apoio de empresas privadas e foi realizado no espaço já consolidado do Terreiro do Forró, Jardim Califórnia. O espaço foi isolado e apenas motos tiveram acesso liberado, pois portões foram instalados e seguranças determinavam o tráfego.

Grande parte do Terreiro do Forró pertence ao empresário Hermano Régis, que não cobrou pela utilização do espaço. Com a oportunidade de vendas de produtos e bebidas, vários vendedores ambulantes aguardavam a realização do Patos Moto Fest 2019 para ter renda, mas relatam que a organização estava cobrando R$ 300,00 para que barracas fossem montadas dentro do espaço do evento.

De acordo com Celimarques Ribeiro, que vende lanches e bebidas, a quantia cobrada estava fora da realidade de uma festa que ele considera pública, devido receber subvenção da prefeitura. Celimarques relatou que a festa dura dois dias e que não teria como ter lucro algum pagando isso que ele considera irregular.

O vendedor ambulante disse que ficou prejudicado com outros colegas que pensavam poder estar dentro da área principal, porém, teve que se contentar em ficar fora e as vendas foram pequenas. “A gente foi barrado…a gente chegou para trabalhar e fomos barrados por Hibraim. Ele cobrando R$ 300,00 por cada pessoa. Até carrinho de bombom, de pipoca…um evento que a prefeitura de nossa cidade ajuda, não é preciso a gente pagar não….o ano passado nós pagamos R$ 150,00. Eles falam que é patrocínio…”, desabafou Celimarques.

A reportagem procurou Hibraim Brito, um dos organizadores do Patos Moto Fest, para relatar o caso. Hibraim disse que não se foi permitido entrada de vendedores e, portanto, não houve cobrança. Esse ano tomamos a decisão de não permitir entrada, pois fica desorganizado o evento.

Jozivan Antero – Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.