Valberto Lira descarta presença de público nos estádios e veta Amigão e Almeidão para Copa do Nordeste

Foto: Assuero Lima/ Correio da Paraíba



Parece notícia de 2020. Poderia ser de 2019 também, ou 2018, qualquer ano em se tratando do futebol da Paraíba. Mas prestes a iniciar mais uma temporada, os estádios seguirão sendo problemas para que a bola role em nossos gramados.

Em entrevista ao site PBEsportes.net, Valberto Lira, Coordenador da Comissão Permanente Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, primeiro tratou de descartar totalmente a presença de público nos estádios, apesar de na final da Libertadores, realizada no Maracanã no último dia 30 de janeiro, ideia que é defendida por alguns dirigentes na Paraíba.

De acordo com o Procurador, a situação da pandemia não permite que a possibilidade seja levantada neste momento, e foi duro com quem propaga a ideia nos bastidores.

– Possibilidade que só quem pode partir de mente imbecil. Primeiro porque ainda estamos vivendo uma pandemia. Segundo, os estádios da Paraíba, nenhum tem laudo atualizado, e não tem história de que para amistoso é diferente. O Estatuto do Torcedor não fala sobre isso. A irresponsabilidade é tamanha que desde setembro nós mandamos para todos e pedimos interferência da Federação, e até hoje só a Prefeitura de Pombal, que não haverá jogos lá, é que cumpriu o conhecimento do formulário que remetemos. Criou-se uma máxima que a Paraíba é terra de ninguém. Gestores não mandavam os laudos e nós aceitávamos. Esse ano a comissão sequer vai visitar os estádios que não receberam o questionário. Se insistirem, vou fazer o mínimo que a lei me autoriza, que é requerer inquérito policial contra quem fizer isso, como já fiz contra aquela liberação que foi dada pela Secretaria de Saúde de Campina Grande – explicou.

A falta de documentação atualizada nas praças esportivas deve causar um imbróglio antes mesmo do início do Campeonato Paraibano. Isto porque Botafogo-PB e Treze iniciam as participações na Copa do Nordeste já no fim deste mês. A competição tem estreia programada para o dia 27, e os grupos serão definidos em sorteio na sexta-feira (04).

– Estou comunicando à CBF do impasse com relação aos gestores dos estádios da Paraíba, me retendo ao Amigão e Almeidão, e eles não têm laudos, assim não podem receber jogos – afirmou.

Por fim, Lira explicou que o Ministério Público irá cadastrar as torcidas organizadas para evitar aglomerações e também para um maior controle quando estas puderem voltar aos estádios juntamente com o setor de inteligência das polícias civil e militar.

– Vamos nos reunir essa semana com as polícias civil e militar, vamos elaborar um formulário online para que as torcidas preencham. Sem que haja esse cadastro, não podemos falar em presença de torcidas organizadas em estádios. Nos campos vamos ter a presença do setor de inteligência da polícia para conferir no sistema aquele torcedor que esteja portando a camisa para ver se ele está cadastrado, e se não estiver, não entra. As torcidas que não fizerem o requerido não podem entrar com faixas – concluiu.


Equipe @Vozdatorcida com PBEsportes.net