Vacinas enviadas pelo Governo Federal foram poucas para atender a cidade de Patos



A secretária de Saúde do Município de Patos, Francisca Lavor, fez esclarecimento sobre a campanha de vacinação 2020, que protege contra a gripe causada pelo vírus influenza. A cidade de Patos recebeu apenas 6 mil doses e foram insuficientes para atender a demanda.

Nesta primeira fase, a prioridade se deu para idosos e profissionais da saúde. A antecipação da campanha 2020 foi mediante a pandemia do novo coronavírus, COVID – 19, pois, os vacinados da influenza podem ser diferenciados do vírus causador da COVID – 19. Os especialistas entendem que a vacina ajuda na diferenciação e, portanto, contribui com o tratamento mais rápido.

Francisca Lavor, também conhecida por Nina, relatou que espera nova remessa da vacina para atender os idosos que não receberam a dose. “Essa semana deve chegar nova remessa e vamos vacinar idosos que faltaram e os acamados. A quantidade que veio foi muito pouca e a procura grande. Até nos surpreendeu a procura”, relatou Nina.

Várias famílias confirmaram que procuraram pela a vacina nas Unidades Básicas de Saúde do Município de Patos, mas a quantidade ofertada por dia logo acabava e muitos idosos não se vacinaram em tempo. A Secretaria de Saúde também fez estratégias para facilitar na campanha e espera manter o mesmo método na próxima etapa, pois surtiu efeito.


Jozivan Antero – Patosonline.com