Um olhar sobre o Terminal Rodoviário de Patos



"LocalA primeira impressão que fica numa determinada cidade é o terminal rodoviário e isso vem deixando os patoenses preocupados com o seu funcionamento.

Antes a situação dos banheiros, que foram reformados, mas hoje já estão precisando de reparos. Outros analisam o pequenino espaço para uma cidade com 100 mil habitantes. A cobertura feita com telhas de brasilit, aquecendo mais o ambiente de trabalho, prejudicando os trabalhadores, como também os passageiros.

No meu caso, analiso as taxas de embarque e desembarque que são cobradas, que deveriam ser investidas diretamente na melhoria do mesmo em todos os seus aspectos.

Além disso, nos deixa triste a transformação do terminal numa verdadeira sucata, com carros velhos sendo transformados em depósito de papelão e outros materiais recicláveis, não sei por quais pessoas. Sem falar na Guanabara que também transformou numa oficina mecânica da empresa, como também  de garagem.

A direção do terminal rodoviário de Patos tem por obrigação tomar uma providência para essa paisagem desagradável, ou será necessário, o Ministério Público ser acionado para tomar as medidas cabíveis?

Isso aconteceu com o lixão e as barracas que estavam localizadas ao lado da Rede Ferroviária Federal que foram retiradas e a mesma coisa deve acontecer no atual local que está servindo de deposito de lixo reciclável e não reciclável.

Parece que em Patos ninguém ver as coisas erradas. Ou ser vê-las, fica calado. Tristeza!


José Gonçalves
Sindicalista