Esportes

Ultramaratonista de Patos é campeã da Ultramaratona Internacional das Américas, 24 horas, em São Paulo

ÓTICAS GUIMARÃES

A patoense ultramaratonista, Fagna Chagas, foi a grande campeã do Campeonato Intercontinental das Américas 24 Horas, que aconteceu neste sábado e domingo (dias 12 e 13), em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

O Campeonato Intercontinental das Américas foi em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil. O circuito, com 2km de extensão, foi montado no Centro de Atletismo Professor Oswaldo Terra.

A programação foi com a realização de duas provas de 100km, com participação individual ou em equipes de revezamento, com times tendo de dois a dez integrantes.

A competição aconteceu durante o dia e outra à noite. Em ambas, os competidores teriam de completar os 100km em até 11h30m.

O evento reuniu atletas inscritos oficialmente pelas federações nacionais de países das Américas como competidores da Argentina, Brasil, Bolívia, México, Paraguai e Uruguai.

O Campeonato Intercontinental das Américas 24 horas é uma realização e organização da Associação Internacional de Ultramaratona (IAU) e Yescom, com supervisão da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e Federação Paulista de Atletismo (FPA).

Fagna Chaves é do bairro Jatobá, em Patos, e recebeu o apoio da Prefeitura de Patos para participar da competição.

Imagem do WhatsApp de 2022-11-13 s) 12.19.13

Acostumada com competições de longa duração e com a terceira melhor marca do Brasil, a atleta contou que realizou toda uma preparação e destaca todo o apoio que a Prefeitura de Patos, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte tem dado para que possa participar das competições e levar o nome da cidade para todo o país.

Antes de sair de Patos, Fagna já vivia na expectativa de um grande resultado: “e minha expectativa, se Deus quiser, é melhorar a minha marca e trazer mais um título para a cidade de Patos, onde vou representar a minha cidade, mas também toda a Paraíba e o Brasil”, comentou.

E ela conseguiu alcançando, inclusive, a melhor marca da história do Brasil numa competição acima de 215km.

Evolução da atleta

Fagna entrou para a seleção brasileira de ultramaratona, a partir de uma marca que atingiu no Rio Grande do Norte, em setembro de 2022, onde superou os 195 quilômetros de maratona em uma prova que tinha uma duração de 24 horas.

“Estamos dando todo apoio a Fagna para que possa participar de mais uma competição e possa trazer mais um título para a nossa cidade. Temos procurado apoiar todos os atletas da nossa cidade que irão participar de competições em outra cidade. Esse ano foi muito positivo, tivemos vários atletas patoenses premiados em nível nacional”, destacou Nabor Wanderley.

Por Vicente Conserva – Portal 40 Graus


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo