UAC e UMAC podem apoiar greve geral dos servidores de Patos



O sindicalista José Gonçalves, vice presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (SINFEMP), ao participar da reunião da União das Associações Comunitárias de Patos e Região (UAC), solicitou o apoio da entidade e das associações de bairros na grande batalha que será travada a partir desta semana por parte dos servidores públicos municipais contra a política de perseguição e de retirada de direitos por parte do vereador e prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda.

Os presidentes da UAC e da UMAC, José Ilton e Roberto Lima, respectivamente, lamentaram a situação que se encontra o município e o seu povo.

O SINFEMP irá fazer um trabalho de base, em todos os bairros de Patos, denunciando a população as condições da saúde, da educação e especialmente o atraso de salários e retirada de direitos dos servidores conquistados em gestões anteriores, agora retiradas pelo vereador e prefeito interino Ivanes Lacerda.

Para Gonçalves, o vereador e prefeito interino deveria se preocupar em arrumar dinheiro para pagar em dia e dar condições de trabalho aos servidores, ao invés de perseguir, ameaçar e retirar direitos.

O sindicalista disse ainda que a vida do povo e dos servidores piorou com a entrada do vereador na Prefeitura. “O vereador e prefeito interino, Ivanes Lacerda, tem piorado a vida da cidade e do povo, basta citar o fechamento do PA Maria Marques, do Matadouro, do Canil Municipal, do lixão e do atraso até no pagamento dos professores e demais servidores públicos municipais de Patos”, disse o mesmo.

A partir desta segunda feira, o SINFEMP vai colocar carros de som nos bairros e fazer caminhadas denunciando o descaso e pedindo o apoio da população para mais uma greve que se iniciará no dia 14 em virtude do vereador e prefeito interino, Ivanes Lacerda se negar a receber a entidade e servidores para negociação.

Assessoria