TSE entra em recesso sem concluir julgamento de Cássio



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encerrou as atividades do ano na sessão desta quinta-feira (19) que começou às 12h30 (horário de Brasília) e terminou agora há pouco. O julgamento final do processo de cassação do governador Cássio Cunha Lima ficou mesmo para o ano que vem.


O julgamento dos embargos impetrados pela defesa do governador e pelo PCB, partido autor da ação de cassação, começou na sessão de quarta-feira (17), mas foi interrompido por um pedido de vista do ministro Arnaldo Versiani.


Cássio e o vice, José Lacerda, foram cassados por abuso do poder econômico e político e pela prática de conduta vedada a agente público nas eleições de 2006.


Durante a última sessão administrativa de 2008, o presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, apresentou as estatísticas da Corte.


Para Ayres Britto, o balanço é extremamente positivo para a Justiça Eleitoral. O ministro revelou que este ano chegaram 11.432 processos ao TSE, 86,67% a mais do que em 2004, ano das últimas eleições municipais – naquela ocasião chegaram 6.100 processos ao TSE.


Correiodaparaiba e portal do TSE