Tribunal de Justiça da Paraíba dá 48h para que investigados da Calvário expliquem violação de cautelares



O relator da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), desembargador Ricardo Vital de Almeida, deu um prazo de 48 horas para que investigados da referida Operação expliquem possíveis violações nas medidas cautelares.

Foram intimados para esclarecerem os fatos a prefeita de Conde Márcia Lucena, o ex-procurador-geral do estado Gilberto Carneiro Gama, Vladimir dos Santos Neiva, Bruno Miguel Teixeira Avelar, Francisco das Chagas e José Arthur Viana Teixeira.

Todos os investigados cumprem medidas cautelares desde o ano passado.

O despacho que determina as explicações foi assinado nessa terça-feira 18 de agosto. O desembargador, porém, não detalhou quais foram as violações.

PB Agora