Treze cede empate ao Manaus-AM nos acréscimos e jogo termina em confusão

Foto: Ascom



A história se repetiu. O Treze mais uma vez esteve perto de conquistar a primeira vitória, mas acabou permitindo o empate do adversário no finalzinho da partida.

Na partida desta segunda-feira, na Arena Amazônia, o Galo vencia o Manaus-AM por 1 a 0, mas tomou o empate aos 52 minutos do segundo tempo, gerando uma grande confusão.

Isso porque, o árbitro paulista Ilbert Estevam da Silva deu dez minutos de acréscimos. Na confusão, a polícia chegou a acalmar os ânimos entre os jogadores.

Ainda em meio o tumulto, o árbitro deu cartão vermelho para Gilmar, no banco de reservas. Antes, Marcos Vinícius havia sido expulso dentro de campo.

O estreante Gilvan marcou para o Treze, aos 8 minutos do segundo tempo, enquanto que Matheusinho anotou o tento do time amazonense, o que gerou revolta dos trezeanos. Após o gol, o jogo ficou paralisado, mas depois o árbitro paulista deu por encerrado.

Com o resultado, o Treze segue na zona de rebaixamento, com apenas dois pontos somados. Em seis jogos, são quatro derrotas e agora dois empates – ambas nas últimas rodadas.

Tanto que amarga a nona colocação da chave. Já o Manaus, vem logo à frente, em sétimo, com sete pontos. A equipe manauara também vem de dois empates seguidos e vem o G4 abrir distância.

Os dois times voltam a campo já no próxima sábado (19) para a disputa da sétima rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Em casa, no Estádio Amigão, o Treze recebe o Jacuipense-BA, às 17h. Um pouco mais tarde, às 19h, o Manaus joga mais uma vez como mandante, quando encara o Santa Cruz, na Arena Amazônia


Paraibaonline




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.