TRE proíbe pela quinta vez sistema de comunicação de divulgar pesquisa



O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), por meio da juíza Antonieta Maria Maroja Arcoverde Nóbrega, proibiu a divulgação da pesquisa PB 0018/2014, encomendada por um sistema de comunicação paraibano a um instituto. A magistrada ainda fixou multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento de sua decisão.
 

Essa é a quinta vez a Justiça proíbe publicação de uma pesquisa encomendada pelo sistema de comunicação ao instituto nestas eleições. Até agora, o instituto foi multado pelo TRE-PB em R$ 212.820 pela realização de consultas irregulares.
 

A suspensão da nova pesquisa, que seria divulgada nesta sexta-feira (30), foi solicitada pelo candidato a deputado estadual Leandro Wagner Queiroz Barbosa (PPL), da coligação ‘A Força do Trabalho IV’, através do advogado Francisco Ferreira.

 

 

 

 

 

Assessoria