TRAGÉDIA PODE ACONTECER NA CAGEPA EM PATOS



 

""

Diante do absurdo racionamento promovido pela Cagepa em Patos, dada a falta de infra-estrutura que a empresa possui em todo o estado, aproveito o momento para denunciar o risco de uma tragédia anunciada.

A distribuição de água tratada em Patos é realizada na unidade localizada na Rua do Prado, conhecida como R-1. A água fica acumulada em dois reservatórios, distribuída para outros reservatórios menores nos bairros da cidade.

Acontece que estes grandes reservatórios estão comprometidos em sua estrutura, por causa do desgaste causado pelo alto índice de cloro existente na água. Em limpeza realizada anualmente pela empresa, os funcionários que realizavam a operação ficaram perplexos e assustados com o interior dos reservatórios, completamente corroído, inclusive com os ferros das colunas à amostra.

Para se ter uma idéia do perigo, um dos reservatórios possui fisuras na parede lateral, e quando a caixa está completamente cheia, a água jorra das paredes em até meio metro. Caso venha haver o rompimento de um destes reservatórios, o volume de água é suficiente para derrubar todas as casas que fiquem no caminho, e fatalmente haverá vítimas nesta tragédia.

Não sei se o atual gerente, Miguel Mota, é ciente deste grave problema, mas o gestor anterior, Vavá Marques, tinha total conhecimento, assim como os engenheiros lotados nesta regional, mas até o presente momento nenhuma medida foi tomada.

Todos os que sabiam do problema pediam e pedem para que medidas sejam tomadas, mas o medo da perseguição no trabalho faz com que nenhum funcionário faça a denúncia abertamente.

Após ouvir a informação de um funcionário da empresa, sinto-me na obrigação de denunciar o perigo que dezenas de pessoas correm, sem qualquer conhecimento.

 Notícia enviada por: Antonio da Silva