Locais

Tragédia familiar, homicídios, afogamentos, volta do São João, Festa da Guia, Eleições, superação do Nacional: relembre fatos marcantes de 2022 na cidade de Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

O ano de 2022 foi marcado por muitos acontecimentos marcantes na cidade de Patos e nossa equipe separou aqui uma retrospectiva com alguns dos principais fatos, como a tragédia familiar envolvendo o Sargento Bené, que foi repercussão nacional, a violência no primeiro semestre do ano, mortes por afogamento, a volta do São João de Patos, o retorno da Festa da Guia, as Eleições, a superação do Nacional de Patos no Campeonato Paraibano, entre outros.

Violência nos primeiros meses do ano

O início de ano na cidade de Patos foi marcado por muita violência, com vários homicídios, que tiveram como motivação principal a guerra entre facções rivais, principalmente no setor sul. Além disso, uma onda de assaltos assolou o comércio patoense, chegando a registrar cerca de 10 assaltos em um mesmo dia, num intervalo de cerca de 5 horas.

O período também foi marcado pelas reivindicações de melhores salários por parte dos PMs junto ao governador João Azevêdo. Na ocasião, o efetivo nas ruas diminuiu, já que os policiais deixaram de fazer as horas extras.

Morte do Cabo Juliano

Outro caso de violência no início do ano e que abalou a população foi a morte do Cabo Juliano. O policial foi baleado na tarde do dia 12 de fevereiro, após dois indivíduos chegarem a pé no bairro Novo Horizonte, e de arma em punho tentaram realizar um arrastão na referida localidade.

Um deles entrou na casa do policial, que estava na calçada, e anunciou o assalto. Quando a vítima tentou correr para dentro do imóvel, foi alvejado pelo bandido. Cabo Juliano foi atingido na altura do pescoço, com um tiro que transfixou e ficou alojado no ombro; outro disparo atingiu o seu pulso e um terceiro que atingiu uma vértebra.

Ele foi oi transferido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, devido a uma das balas ter ficado alojada entre a quinta e sexta vertebras cervicais. O policial ficou internado por cerca de 13 dias, mas infelizmente não resistiu e faleceu.

Os dois indivíduos envolvidos no crime, identificados como sendo Luan Pereira dos Santos e Edvaldo Santos do Nascimento, morreram em confronto com a PM ainda na tarde do sábado (12).

Foto: Reprodução

Tragédia familiar

A tarde do dia 19 de março foi marcada por um dos momentos mais tristes e chocantes do ano na cidade de Patos em uma tragédia familiar que repercutiu em nível nacional. Um adolescente de 13 anos matou a mãe e o irmão, de 7 anos, e atirou contra o pai, um sargento reformado da PM, identificado por Benedito, popularmente conhecido por Sargento Bené.

Segundo o delegado, na época o adolescente alegou que a motivação para ter cometido tal crime bárbaro foi porque os pais estavam privando ele de jogar um jogo eletrônico.

Sargento Bené foi baleado na região do tórax e a bala ficou alojada na coluna, comprometendo os movimentos dos membros inferiores. Ele passou cerca de 1 mês internado no Hospital de Trauma de Campina Grande e posteriormente teve alta médica, ficando aos cuidados dos familiares no município de Santa Terezinha-PB.

Já o garoto foi encaminhado para o Centro Educacional do Adolescente (CEA), localizado na cidade de Sousa, no Alto Sertão da Paraíba.

Foto: Redes Sociais

Mortes de menores por afogamento

Outro fato triste ao longo do ano foram as mortes de menores vítimas de afogamento no município de Patos.

No mês de março, o pequeno Yohan Ferreira Dziurum, de apenas 2 anos, morreu afogado após cair na piscina da casa em que morava, no bairro Maternidade. O pai da criança, saiu para deixar outro filho na escola e Yohan ficou dormindo com a mãe. Ao voltar, por volta das 7h, o pai sentiu falta de Yohan. Foi quando ele percebeu que a grade da piscina havia ficado aberta.

Ao procurar o filho dentro da água, ele o encontrou já sem reação. Provavelmente a criança acordou primeiro que a mãe e foi para a área da piscina. Os familiares chamaram o SAMU, que ao chegar no local do fato, a equipe percebeu que Yohan já estava sem vida. Apesar das ações para reverter a situação, não houve reação da criança.

Foto: Arquivo Pessoal

Nesse mês de dezembro, mais dois casos chocaram a cidade de Patos. No dia 03 de dezembro, um adolescente identificado como Gabriel Júnior da Silva Santos, de 16 anos, morreu afogado enquanto tomava banho no Açude do Jatobá. Segundo o Corpo de Bombeiros, Gabriel tinha pulado da caixa d’água que marca o nível da água do açude e que fica próximo à bomba de sucção da Cagepa, que encontrava-se ligada no momento do acidente, quando ao nadar e se apoiar na plataforma da bomba, rapidamente soltou as mãos e afundou, não retornando à superfície.

Foto: Reprodução/Edição: Patosonline.com

Mais recentemente, no dia 11 de dezembro, a pequena Maria Júlia, de 4 anos, morreu após se afogar em uma piscina, uma área de lazer na zona rural próximo ao município de Santa Terezinha, região metropolitana de Patos. Segundo informado, a criança foi encontrada já desfalecida. Ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi levada em estado grave pelos familiares até a UPA Dr. Otávio Pires de Lacerda (UPA do Campo da Liga), sendo transferida para o Hospital Infantil, mas não resistiu e morreu.

Foto: Arquivo Pessoal

Volta do São João e da Festa da Guia

No âmbito cultural, duas grandes festas do nosso município voltaram a ser realizadas com a presença do público após a pandemia da Covid-19, o São João de Patos e a Festa de Nossa Senhora da Guia.

O São João, que não era realizado há três anos, sendo o último em 2018, foi marcado pela grande presença do público que lotou o Terreiro do Forró durante os cinco dias de festa, de 20 a 24 de junho. O evento foi realizado em uma parceria público-privada, e contou com vários artistas de renome nacional, como Nattan, Xand Avião, Luan Estilizado, Raí Saia Rodada, Jonas Esticado, Gusttavo Lima, Wesley Safadão, Zé Vaqueiro, Felipe Amorim, Matheus e Kauan, Zé Cantor, Bruno e Marrone, Henry Freitas, Eric Land, entre outros.

Foto: Reprodução/Coordecom

Já a tradicional Festa da Guia, ou “Festa de Setembro”, realizada de 14 a 24 de setembro, contou com a presença em massa da população em todas as áreas e momentos da festa, e principalmente na igreja. Na parte religiosa, o público lotou o Largo Dom Gerardo durante os dias, já na parte de entretenimento, os parques de diversão foram o atrativo para a criançada, como também para os adolescentes e adultos.

 Foto: Pabhlo Rhuan/Patosonline.com
Foto: Felipe Vilar/Patosonline.com

Superação do Nacional de Patos

Na área esportiva, o grande destaque deste ano foi a superação do Nacional de Patos no Campeonato Paraibano 2022.

Com um início de temporada turbulento, sem treinador, com elenco sendo despejado de hotel e com o presidente renunciando ao cargo, o apoio da torcida nacionalina nas arquibancadas fez a diferença e o clube conseguiu se ressurgir.

Com uma campanha de respeito, sendo comandado pelo ídolo Lamar Lima, o Verdão Maravilha chegou até as semifinais do Campeonato Paraibano e conseguiu acesso à Série D do Campeonato Brasileiro, voltando a disputar uma competição nacional mais de 10 anos depois.

Foto: Reprodução

Eleições

O ano de 2022 também foi marcado pela disputa política mais acirrada da história do Brasil desde o processo de redemocratização. Jair Bolsonaro (PL) e Lula (PT) fizeram um embate acalorado pela Presidência.

No primeiro turno, Lula (PT) venceu por 48,43% (57.259.504 votos), contra 43,20% (51.072.345 votos) de Bolsonaro (PL). Já no segundo turno, a disputa acirrou-se e o petista saiu vencedor com um diferença mínima de cerca de 2 milhões de votos, 50,90% contra 49,10%, retornando a presidência após 12 anos.

No âmbito estadual, João Azevêdo (PSB) foi reeleito, também em segundo turno, derrotando Pedro Cunha Lima (PSDB), por 52,51% contra 47,49%.

Por Felipe Vilar – Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo