Policial

Tráfico de “meninas” para capitais do Nordeste acontece em Cajazeiras

ÓTICAS GUIMARÃES

Informações dão conta, que dois empresários de Cajazeiras, bem sucedidos estão aliciando meninas para trabalhar como garotas de programa nas capitais do Nordeste brasileiro. Meninas entre 17 e 25 anos são convencidas, motivas a viverem nos grandes centros, distante da rotina costumeira do Sertão, para trabalhar em boates se prostituindo. Às promessas são as mais absurdas possíveis.

Garotas que a gente encontra com facilidade pelas ruas estreitas e quentes de Cajazeiras, bem vestidas, cheirosas, óculos de marca e salto alto. Muitas delas residentes na “capital”. São exploradas até a última instância, os aliciadores alugam apartamentos em pontos estratégicos e contatos são feitos com empresários, turistas e principalmente senhores que gastam muito pelos serviços prestados.

O sonho de sair de um sítio de uma comunidade carente, distante da cidade em que vive leva jovens meninas ao pesadelo de um dia ter que voltar para sua terra natal, pois as promessas que as levaram ao mundo imaginário do glamour são realidades cruéis, as ruas, as noites, as drogas são suas verdadeiras companheiras de outrora. Para preservar a identidade dos empresários e mulheres envolvidas nesta prática criminosa, nós nos reservamos a não divulgação dos nomes, pois encontramos pelas ruas da cidade quase tos os dias estes bondosos seres inumanos.

Folha Vip de Cajazeiras


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios