• Dra Milena
Destaques

TCU vai auditar 4.161 urnas no primeiro turno das eleições

Objetivo é aferir a integridade dos boletins de urna (BUs); tribunal esclarece que auditoria não é apuração paralela

ÓTICAS GUIMARÃES

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai auditar 4.161 urnas eletrônicas no primeiro turno das eleições deste ano. O objetivo é aferir a integridade dos boletins de urna (BUs) e, argumenta a Corte, não trata-se de uma apuração paralela. A informação é do R7.

“Uma delas consiste em realizar testes amostrais em 4.161 urnas eletrônicas, em operação no dia da votação, para aferir a integridade dos boletins de urna, indispensável para a correta apuração dos votos depositados e a viabilização de recontagem e auditagem posterior”, diz o órgão.

A ação vai funcionar da seguinte forma: no dia 2 de outubro, data do primeiro turno, auditores do TCU nas capitais dos estados e do Distrito Federal vão buscar vias impressas dos boletins de urna nas seções eleitores e comparar a informação do documento físico com a disponibilizada pela Corte Eleitoral na internet.

O TCU informa que dará ciência ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da amostra selecionada após a conclusão dos procedimentos de totalização e recebimento dos respectivos dados. “Com essa ação, o tribunal atestará que a informação exposta ao público na seção eleitoral é a mesma que é totalizada pelo TSE e que compõe o resultado final da eleição”, argumenta.

A auditoria feita pelo TCU será feita com “foco na transparência e na prestação de contas à sociedade”. Os auditores envolvidos na ação são todos servidores concursados, estáveis e independentes.

Fonte: R7 Brasília


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo