TCU condena ex-prefeito de Emas



O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o ex-prefeito do município de Emas, no Sertão do Estado, José William Madruga e a Construtora Bahamas ao pagamento solidário de R$ 93.437,65, valor atualizado.


A prefeitura recebeu recursos do Ministério da Integração Nacional para construir quatro passagens molhadas no município, mas, apesar de a construtora ter sido paga, apenas 23,6% das obras foram entregues.


O ex-prefeito também foi condenado a devolver R$ 3.217,83, valor atualizado, e a pagar multa de R$ 10 mil. O tribunal também multou a empresa em R$ 10 mil.


Foram encaminhadas cópias da documentação à Procuradoria da República na Paraíba para as medidas cabíveis. O relator foi o ministro Augusto Nardes. Cabe recurso da decisão.


Assessoria do TCU