Locais

Taxistas pedem ampliação do prazo para implantação do taxímetro. Ouça;

Alguns taxistas da cidade de Patos foram ouvidos pelo repórter Higo de Figueiredo, da Rádio Espinharas FM 97,9, nesta quinta-feira, 15, e reclamaram do prazo estabelecido pelo Ministério Público e pela Sttrrans para a implantação do taxímetro em seus veículos.

Segundo o taxista Edglei Marcelo de Morais, o prazo inicial, estabelecido até o dia 22 de novembro, vem dificultando o cumprimento da medida, por conta do pouco tempo para adaptação a mudança no sistema de trabalho com a instalação do equipamento.

“O taxista tá rodando pouco, tá ganhando pouco dinheiro e vai gerar um gasto para os taxistas. A gente queria um prazo maior pelo menos até o ano que vem, pra poder se adequar, por que foi uma coisa de momento”, destacou.

Já o taxista Claudio Alves do Nascimento disse que a categoria não está contra a lei, mas que é favorável a extensão do prazo mínimo para a colocação do equipamento nos veículos, que representa um custo em torno de R$ 600,00 para cada profissional.

“A gente não tá contra a lei, a gente só tá preocupado com o prazo que eles nos dá, que é 30 dias praticamente. Se a justiça ouvisse e pudesse nos ajudar a dar um prazo maior, nós agradeceríamos muito”, pontuou o taxista.

SOBRE A PRORROGAÇÃO

Recentemente, o advogado do Sindicato dos Taxistas de Patos, Maikon Minervino, solicitou ao Ministério Público Estadual a prorrogação do prazo de 40 para 180 dias, para a implantação do taxímetro na cidade de Patos.

Os taxistas informaram ao Patosonline.com, que o Ministério Público recebeu o pedido, porém não acatou a solicitação do sindicato. Ouça a entrevista;

Taxistas

Por Genival Junior – Patosonline.com

Áudio – Higo de Figueiredo (Rádio Espinharas)

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close