Locais

Suspensão do atendimento presencial no CDD dos Correios está prejudicando centenas de pessoas, em Patos

Após a decisão de suspensão do atendimento presencial no Centro de Distribuição Domiciliária (CDD), órgão da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), que está localizado na Rua Ranieri Mazzili, Bairro do Morro, em Patos, centenas de cidadãos estão reclamando da determinação, pois não estão tendo a possibilidade retirar suas encomendas quando elas chegam e são cadastradas.

Há vários meses, a gerente do CDD tomou a medida em decorrência da pandemia do novo coronavírus, COVID 19, porém, não deu nenhuma opção ou ofereceu opções que pudessem facilitar a vida dos cidadãos que procuram o local quando chegam suas esperadas encomendas. Mesmo o espaço sendo amplo, garantindo a possibilidade de distanciamento social e outras medidas, a direção decidiu suspender totalmente o atendimento.

Nos últimos anos, precisamente entre 2.020 e 2.021, a compra pela internet cresceu mais de 85% no Brasil. De acordo com fontes oficiais, os Correios têm 44% do setor de encomendas no país. Na região de Patos, a empresa é uma das principais opções para quem realiza compras no e-commerce, porém, apesar do crescimento do segmento, os Correios têm mantido o mesmo número de carteiros e isso não ajuda na logística. A opção de muitos é pegar a sua encomenda no CDD, mas agora se tornou um transtorno.

Em 2.020, os Correios registraram um lucro de R$ 102 milhões de reais. Mesmo dando lucros e sendo responsável por cobrir mais de 5.500 municípios no Brasil, os Correios vem sendo sucateado para que caia em descrédito e facilitar sua privatização. Em Patos,  são apenas 10 carteiros ativos para atender a uma população de mais de 110 mil habitantes. Além de Patos, toda a região depende do CDD para receber suas compras. Os trabalhadores têm reclamado de sobrecarga no serviço. 

Aviso fixado no portão principal pede para os cidadãos ligarem para o número (83) 3421 2861. Na tarde desta sexta-feira, dia 07, a reportagem ligou para o referido número das 14h00 até às 16h30, porém, não conseguiu ser atendido. O telefone só chama e na maioria das vezes dá sinal de fax. Tentamos falar com a gerente do CDD, mas não houve êxito.


Jozivan Antero – Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close