Policial

Suspeito de abusar sexualmente da filha de 3 anos é liberado pela Justiça após audiência de custódia; criança é levada para abrigo

Caso veio à tona após uma funcionária da creche onde a criança estuda, no bairro do Geisel, identificar marcar vermelhas nas partes íntimas da vítima.

ÓTICAS GUIMARÃES

Foi liberado em audiência de custódia realizada neste fim de semana, o homem preso suspeito de abusar sexualmente da filha de apenas três anos. O suspeito responderá em liberdade enquanto as investigações avançam. O homem foi preso na última sexta-feira (25).

O caso veio à tona após uma funcionária da creche onde a criança estuda, no bairro do Geisel, identificar marcar vermelhas nas partes íntimas da vítima, que também teria dito o que aconteceu. Equipes da Polícia Militar (PM) foram acionadas em sequência.

Segundo a Polícia Civil, o estupro de vulnerável foi constatado através do laudo pericial.  No dia 8 de novembro, a diretora da creche percebeu o primeiro indício ao dar banho na vítima. “A criança reclamava de muitas dores, agressividade e dores na genitália, inclusive um sangramento apresentado superficial (…) na calcinha, na vestimenta íntima da criança e está apreendida na delegacia de proteção à criança”, falou delegada Wladia Holanda à equipe de reportagem da Rede Tambaú de Comunicação (RTC). 

Conforme a delegada Wladia Holanda de Lima, o laudo aponta que houve ato libidinosos e com conjunção carnal. “Indícios da violência estão presentes nesse exame e a diretora da creche onde a criança estuda também produziu uma prova contundente em que a criança aponta a autoria do crime ao próprio pai”, disse a delegada plantonista da delegacia da mulher, Wladia Holanda. 

criança de 3 anos foi acolhida por uma instituição sob supervisão da Justiça. O caso é investigado pela Polícia Civil da Paraíba desde o início de novembro.

Fonte: Portal T5


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo