Superintendente da STTRANS diz que promotor não abre mão do cumprimento de TAC e prazo para implantação de taxímetros é até o dia 15 de fevereiro. Ouça;



O superintendente da Sttrans, Elucinaldo Laurindo, disse ao jornalista Adilton Dias que o Ministério Público Federal-MPF, representado pelo promotor de justiça Elmar Tiago, não irá prorrogar o prazo para a instalação do taxímetro na cidade de Patos.

Segundo Elucinaldo, o promotor de justiça foi irredutível quanto a instalação do equipamento até o dia 15 de fevereiro, sob pena de cassação dos alvarás de funcionamento dos profissionais que prestam serviço na cidade.

“Vou fazer uma chamada pública para que todos os taxistas apresentem o equipamento junto a Sttrans, sob pena de cassação de seus alvarás. Eu preciso até 15 de fevereiro, apresentar uma relação junto a promotoria, dos taxistas que implantaram o equipamento chamado taxímetro, e daqueles que não implantaram para a cassação dos alvarás”, disse o superintendente.

De acordo com Elucinaldo, o promotor não abriu mão do cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta-TAC, assinado após iniciativa do próprio Sindicato dos Taxistas de Patos, em fevereiro do ano passado, e argumentou a Lei Federal que regulamenta a utilização do equipamento nos municípios com mais de 50 mil habitantes.

Lucinaldo informou que os taxistas deverão recorrer judicialmente da decisão, mas confirmou que a Sttrans irá cumprir a determinação judicial, para não incorrer no crime de improbidade administrativa. Ouça;


Por Genival Junior – Patosonline.com

Áudio de Adilton Dias