Solidariedade permite um novo recomeço na vida da família de agricultores que estava em casebre no Município de Patos



No último domingo, dia 24, a reportagem esteve no casebre sem estrutura no qual estavam morando a família do agricultor Francisco Pereira de Sousa, de 40 anos. Neste domingo (31), ou seja, precisamente uma semana depois, voltamos em companhia de cidadãos que foram levar solidariedade, carinho e afetividade.

Casebre onde estava a família anteriormente

Encontramos Francisco Pereira, a sua esposa Ivamara Cipriano e seus filhos: Adriana, Ewerton e Maria Fernanda. Porém, a realidade já era outra, pois, diante da solidariedade, a família estava em uma casa com infraestrutura, energia e espaços adequados para oferecer dignidade. Antes, a realidade era bastante degradante.

Em decorrência da sensibilidade de dezenas de cidadãos, a família recebeu várias cestas básicas, brinquedos para as crianças, botijão de gás, filtro de água, roupas, móveis e uma casa cedida pela senhora Elza de Lima Cabral, que mora na comunidade Sítio Campo Comprido, Município de Patos, e se tornou vizinha dos novos inquilinos que demonstram muita gratidão.

O Agente Comunitário de Saúde Arlan Machado, que acompanha a comunidade do Sítio Campo Comprido, e tem prestado assistência a família desde o princípio, relatou que desde que o caso foi exposto nas redes sociais, sites de notícias e nas rádios, o seu telefone não parou de tocar com pessoas querendo ajudar a família. “Muita solidariedade…muita mesmo”, comentou Arlan.

Além de anônimos, o movimento Os Amigos da Fé também mobilizou cidadãos sobre o caso. Dalvanira do Nascimento, falando em nome dos demais membros, disse que os participantes contribuíram com dinheiro e alimentos. Dalvanira comentou que os componentes fazem sem buscar visibilidade, mas sim por solidariedade.

Também neste domingo encontramos no local a jovem Rafaeli Fernandes. Ela foi a primeira a mostrar a realidade da família através de um vídeo. Infelizmente, acerca de 10 dias, Rafaeli teve sua moto tomada de assalto quando se deslocava até a comunidade para ajudar a família. Ela relatou que dois homens tomaram sua moto, a agrediram e tomaram destino ignorado.

Jozivan Antero – Patosonline.com