Regional

SINTEP ameaça não iniciar ano letivo 2022 caso governo do estado não efetue pagamento do PISO Nacional do magistério em janeiro

ÓTICAS GUIMARÃES

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação da Paraíba-SINTEP, está ameaçando não iniciar o ano letivo 2022, caso o governador João Azevêdo (Cidadania), não efetue o pagamento piso salarial aos servidores do magistério, de 33,32%, bem como garanta o rateio dos recursos do FUNDEB relativos ao ano de 2021.

Segundo informações do coordenador Geral do SINTEP, Antônio Arruda, ao jornalista Misael Nóbrega, da Rádio Espinharas FM de Patos 97,9, os trabalhadores em educação estarão reunidos na próxima sexta-feira, 20 de janeiro, às 15h, nas 14 regionais do estado para discutir as deliberações da categoria, e no dia 21, no mesmo horário, em assembleia estadual, podendo decidir por não iniciar o ano letivo 2022 no dia 7 de fevereiro.

“O piso já foi definido e ele já sabe, e até o momento o governo fica tentando protelar e enrolar a categoria dizendo que só vai pagar se o MEC oficializar o governo do Estado. Pela lei do Piso Salarial, o reajuste está bem claro sobre como se faz os cálculos e o índice que deu, por que é com base em 2021”, disse Antônio Arruda.

Ele considerou a posição do governo do estado como arrogante a posição do governador, que em todo o seu governo recebeu a direção da entidade uma única vez e segundo ele, não vem cumprindo os compromissos assumidos com a categoria.


Por Genival Junior – Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo