Servidor acusa prefeitura do Sertão de aplicar ‘calote’ em salário e MP abre inquérito



A promotora Sarah Araújo Viana de Lucena, da 4ª Promotoria de Justiça, em Cajazeiras, abriu um inquérito para apurar o caso de um servidor que teria recebido menos do que o acertado em Cachoeira dos Índios, no Sertão paraibano.

O inquérito foi aberto após um servidor que atuava como técnico em enfermagem denunciar que em maio de 2017 constava no Sagres que recebia R$ 2.168,10 de salário, quando na realidade só recebia o correspondente a R$ 1.163,50.

As secretarias de Administração e de Saúde de Cachoeira dos Índios foram oficiadas para prestar esclarecimentos sobre as divergências de valores.

Paraíba Já