Esportes

Sérvia vira ainda no 1º tempo, mas Camarões busca empate épico com golaço, e Brasil fica a uma vitória das oitavas

No Estádio Al Janoub, Camarões e Sérvia fizeram jogo emocionante pelo grupo G da Copa do Mundo do Qatar

ÓTICAS GUIMARÃES

A segunda-feira (28) começou com emoção na Copa do Mundo do Qatar. Abrindo a segunda rodada do grupo GSérvia e Camarões se enfrentaram no Estádio Al Janoub, e fizeram jogo intenso, com direito a virada “relâmpago” e reação “heroica”, que terminou empatado por 3 a 3.

Castelletto abriu o placar, mas ainda no primeiro tempo os sérvios marcaram duas vezes, com Pavlovic Milinkovic-Savic, e na etapa final Mitrovic fez o terceiro para os sérvios. Os camaroneses, por sua vez, não desistiram e, com gols de Aboubakar e Choupo-Moting, deixaram tudo igual.

Com o resultado, as duas seleções ainda seguem na briga por uma vaga às oitavas-de-final do Mundial, e terão jogos decisivos na rodada final.

Quem também comemorou o resultado foi a seleção brasileira, algoz da Sérvia na estreia, que está a uma vitória de carimbar a vaga antecipada no mata-mata. E ela pode acontecer ainda nesta segunda, contra a Suíça, a partir das 13h (horário de Brasília), no Estádio 974.

O jogo

A primeira etapa mal começou, e o atacante da Sérvia Aleksandar Mitrovic deu um susto. Após disputa de cabeça no alto, o camisa 9 pisou em falso se sentiu o tornozelo, precisando de atendimento médico. Em seguida, voltou a campo normalmente.

O atacante do Fulham, da Premier League, ainda foi o responsável pelas duas primeiras grandes chances da partida. A primeira aos 10 minutos, quando o sérvio fez boa jogada individual, finalizou e carimbou a trave camaronesa.

A segunda, aos 16, foi ainda mais impressionante. Após bobeada da zaga rival, Mitrovic ficou de frente para o gol, mas finalizou forte demais e errou o alvo.

E quando o primeiro tempo se aproximava dos 30 minutos, Camarões pegou a Sérvia de surpresa e abriu o placar.

Após cobrança de escanteio de KundeN’Koulou desviou de cabeça e, na sobra, o seu companheiro de zaga, Castelletto, mandou para o gol e fez 1 a 0.

Os camaroneses então seguiram pressionando os sérvios e até tiveram mais chances de marcar, mas desperdiçaram

E como diz o velho ditado “quem não faz, leva”. E foi exatamente o que aconteceu, duas vezes.

Nos acréscimos da primeira etapa, a Sérvia conseguiu uma virada heroica e tomou a frente do placar.

Primeiro com Pavlovic, que aproveitou cobrança de falta de Tadic para testar firme para o gol e deixar tudo igual.

No lance seguinte, Sergej Milinkovic-Savic acertou um belo chute de fora da área e marcou a virada contra Camarões.

Na volta para o segundo tempo, Mitrovic enfim conseguiu balançar as redes, depois de perder uma sequência de gols incrível na primeira etapa, e fez o 3 a 1.

Porém, o jogo não estava acabado. Após a entrada do camisa 10 Vincent Aboubakar, a seleção de Camarões conseguiu uma reação e chegou ao empate.

Primeiro, o atacante anotou uma verdadeira pintura aos 18 minutos. Após avançar em direção à meta rival, entrou na área, limpou a marcação e, de “cavadinha”, descontou o placar.

Três minutos depois, foi dele a assistência para o gol de empate, anotado por Choupo-Moting.

Situação do campeonato

Com o resultado, as duas seleções somaram o primeiro ponto no grupo G.

E foi o Brasil, por sua vez, quem comemorou, já que qualquer vitória nesta segunda garante a Amarelinha de maneira antecipada nas oitavas-de-final do Qatar.

Já a última rodada, será decisiva tanto para Camarões quanto para a Sérvia, que ainda podem ir ao mata-mata. Para isso, porém, precisarão vencer os seus jogos.

O cara: Vincent Aboubakar

O camisa 10 de Camarões só entrou na etapa final, mas mudou a história do jogo.

Além do belíssimo gol, ainda deu assistência para Choupo-Moting fazer o terceiro dos camaroneses, que empataram a partida.

Em sua terceira Copa, o atacante de 30 anos deu fim ao jejum e fez o seu primeiro gol na competição.

Pela primeira vez em uma Copa do Mundo, a seleção africana fez três gols em uma partida.

Foi mal: defesa de Camarões

Apesar de o placar ter sido aberto por Castelletto, que é zagueiro, a defesa camaronesa não foi bem como um todo e deu muitos espaços.

Nos três gols da Sérvia, houve falha, incluindo do goleiro Epassy, no segundo tento.

Após bobeada da defesa camaronesa, Milinkovic-Savic recebeu livre na entrada da área, e o arqueiro pulou muito mal na bola, que era defensável.

Polêmica com goleiro de Camarões

A seleção de Camarões viveu um episódio bizarro nesta segunda, antes mesmo da bola rolar no Estádio Al Janoub.

Segundo apurou a ESPN, o goleiro André Onana, da Inter de Milão e titular dos “Leões Indomáveis”, discutiu com a comissão técnica e resolveu abandonar a Copa do Mundo.

Onana discordou da maneira do técnico Rigobert Song armar o time, considerando seu estilo de jogo muito defensivo.

As partes, então, discutiram, e como o treinador se mostrou intransigente neste aspecto, o arqueiro optou por deixar a delegação em meio ao Mundial.

Desta forma, o seu reserva imediato, Devis Epassy, do Abha Club, da Arábia Saudita, foi o titular contra a Sérvia.

Próximos jogos

Pela última rodada no grupo G, a seleção de Camarões enfrenta o Brasil, na sexta-feira (2), a partir das 16h (horário de Brasília), no Estádio Lusail.

No mesmo dia e horário, a Sérvia encara a Suíça, no Estádio 974.

Fonte: ESPN


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo