Esportes

SÉRIE B: Avaí vira para cima do Sampaio e conquista o acesso; CSA fica no quase

ÓTICAS GUIMARÃES

Com emoção até o último minuto chegou ao fim mais uma edição da Série B do Campeonato Brasileiro. A última rodada da competição começou com quatro times brigando pela quarta vaga rumo à elite do futebol brasileiro. No fim, sorriu o torcedor do Avaí, que de virada venceu o Sampaio Corrêa e carimbou o acesso. Já no Nilton Santos, o Botafogo festejou o título depois do empate em 2 a 2 diante do Guarani. Mesmo resultado do duelo entre Goiás e Brusque.

Enquanto isso, no Rei Pelé, o CSA goleou o Brasil-RS por 4 a 0. E em Ponta Grossa, o Operário-PR bateu CRB por 2 a 1.

LEÃO VENCE!

Dependendo apenas de si para conquistar o acesso, o Leão buscou mais o ataque durante o primeiro tempo e chegou a ter chances de abrir a contagem com Marcos Serrato e Getúlio, mas não foi eficiente. Do outro lado, o Sampaio esperou por uma bola que veio aos 36 minutos. Em contra-ataque de almanaque, Ciel colocou os visitantes na frente.

Precisando da vitória, o Avaí voltou para o segundo tempo com uma postura mais ofensiva. Getúlio mais uma vez teve boas chances. Em cobrança de falta, aos 23, Edilson também assustou. Mas foi na marca da cal que o time da casa conquistou o empate com Valdívia, aos 35. No minuto seguinte, o Sampaio passou a jogar com um a menos após expulsão de Watson. Com a vantagem numérica, o Leão foi para o tudo ou nada e no embalo do torcedor que compareceu na Ressacada chegou a virada. Aos 43 minutos, após cobrança de escanteio, Renato testou firme para o fundo das redes e colocou o Avaí de volta na Série A.

Com o resultado, a equipe catarinense chegou aos 64 pontos e garantiu o acesso à elite do futebol brasileiro. Já o Tricolor encerra sua participação na Série B 2021 com 47 pontos e na 15ª posição. 

EMPATE NO RIO

O primeiro tempo do duelo foi marcado pela festa da torcida alvinegra, mas dentro de campo as equipes produziram. A melhor oportunidade dos 45 minutos foi do Bugre em arremate de fora da área de Andrigo. No entanto, na marca dos 36, os visitantes passaram a jogar com um a menos, após Índio receber o segundo cartão amarelo e ser expulso da partida.

No segundo tempo, o jogo mudou de cenário e, logo no primeiro minuto, Andrigo cobrou falta na área e Ronaldo Alves colocou os visitantes em vantagem. Tentando o empate, o Glorioso foi para cima. Aos 24, Marco Antônio recebeu passe já dentro da grande área e bateu para o gol, a bola ainda desviou no meio do caminho e foi morrer no fundo do gol: 1 a 1. No embalo do empate, veio a virada alvinegra em cabeçada de Rafael Navarro, aos 33. Mas, cinco minutos depois, Lucão do Break marcou para o Guarani e deixou tudo igual novamente. Nada que estragasse a festa do campeão da Série B. 

Com o título e o acesso garantidos com antecedência, o Botafogo dá adeus à Série B, com 70 pontos conquistados, 20 vitórias, dez empates e apenas oito derrotas. Enquanto o Bugre termina a competição na sexta posição, com 60 pontos. 

EM GOIÂNIA...

Com os destinos definidos na Série B, Goiás e Brusque se enfrentaram no Hailé Pinheiro e se despediram da competição com um empate. A primeira chance da partida foi da equipe visitante, logo aos seis minutos, em cabeçada de Edu. Do outro lado, o Esmeraldino levou perigo principalmente com Alef Manga. Mas, aos 27, Edu teve nova oportunidade para o Brusque e não perdoou: 1 a 0. Tentando a resposta rápida, o time da casa assustou com Élvis, mas sem sucesso.

Depois das conversas nos vestiários, o Quadricolor precisou de apenas dois minutos para ampliar a contagem com Hugo Borges. Correndo atrás do prejuízo, o Goiás foi para cima. Luan Dias parou no goleiro Ruan Carneiro, aos sete. Mas, aos 20, o arqueiro nada pôde fazer diante da finalização de Élvis: 2 a 1. Na sequência, Hugo Borges quase marcou mais um para os visitantes, enquanto Fellipe Bastos assustou para Esmeraldino. Já aos 34, o time da casa voltou ao ataque e voltou a marcar com Apodi, que aproveitou rebote do goleiro após chute de Dadá Belmonte. Nos minutos finais da partida, o Goiás ainda teve chances de chegar a virada com Luan Dias e Bruno Mezenga, mas a igualdade prevaleceu no marcador até o último minuto. 

Com o empate, o Goiás encerra sua participação como vice-campeão da Série B 2021, com 65 pontos. Já o Brusque terminou na 13ª posição, com 48 pontos. 

CRB DEIXOU ESCAPAR

O Operário começou o jogo em ritmo acelerado e colocou dois gols de vantagem no marcador em apenas dez minutos. Logo aos cinco minutos, o time da casa abriu o placar, com Paulo Sérgio, que precisou de duas chances para marcar. Na primeira tentativa a finalização parou na marcação, mas na sobra o atacante não vacilou e mandou para o fundo das redes. No embalo do gol, o Fantasma assustou com Pimpão e Rafael Chorão. Mas foi em cabeçada certeira de Felipe Garcia que a equipe paranaense chegou ao segundo, aos nove. Com boa vantagem construída, o Operário segurou o resultado até o intervalo.

Na etapa complementar o CRB foi para cima nos primeiros minutos e teve chances de marcar com Renan Bressan e Romão. Do outro lado, Felipe Garcia respondeu para os mandantes, aos 11. A partir daí o jogo perdeu intensidade e só voltou a acelerar na parte final. Aos 39, Marthã descontou para o Galo. Na sequência, Dudu quase empatou o duelo para os visitantes. Enquanto Giovani por pouco não marcou o terceiro do Operário. No fim, o Fantasma segurou o resultado e se despediu com vitória da Série B 2021.

A equipe paranaense terminou sua participação na 12ª colocação, com 48 pontos. Enquanto o CRB encerrou as disputas na sétima posição, com 60 pontos. 

GOLEADA

Sonhando com o acesso à elite do futebol brasileiro, o CSA recebeu o já rebaixado Brasil-RS e foi soberano durante o primeiro tempo para encaminhar a vitória. Antes da rede balançar no Rei Pelé, Iury Castilho e Dellatorre já haviam assustado a defesa adversária. Até que, aos 15 minutos, Matheus Felipe aproveitou uma sobra após cobrança de escanteio para abrir a contagem. Na sequência, novamente Dellatorre levou perigo, aos 25, e, aos 27, Marco Túlio também arriscou para os mandantes. A dupla do Azulão seguiu dando trabalho no ataque. Aos 31, Dellatorre desperdiçou cobrança de pênalti. Mas, três minutos depois, em contra-ataque mortal, Marco Túlio marcou o segundo do CSA. E, aos 43, Dellatorre enfim deixou o dele: 3 a 0. No segundo tempo, o time da casa administrou o resultado e ainda conseguiu ampliar o marcador com gol de pênalti de Iury Castilho, aos 26.

No entanto, apesar da goleada, o CSA deu adeus à Série B na quinta posição, com 62 pontos e não conseguiu o acesso. Já o Xavante terminou na lanterna, com 23 pontos, e vai jogar a Série C no ano que vem. 


Por: Agência Futebol Interior

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo