Sérgio Meira renuncia a presidência do Botafogo-PB e acordo de paz está desfeito

Foto: Caio Guilherme/ Voz da Torcida



Um movimento inesperado pegou o futebol paraibano de surpresa na noite desta quarta-feira (02).

Após um acordo selar a paz política no Botafogo-PB na terça (01), há poucos instantes o presidente Sérgio Meira decidiu renunciar ao cargo de mandatário do Belo através de documento que foi divulgado pela assessoria do clube.

Agora, o compromisso firmado entre as duas vertentes políticas da Maravilha do Contorno está desfeito.

Alexandre Cavalcanti, nome da oposição que dialogou diretamente com o, agora, antigo mandatário do Belo, explicou que seu grupo está fora da administração, agora comandada por Orlando Soares, vice presidente Administrativo do clube.

– Com a saída de Sérgio, o acordo está desfeito. Nós fizemos um acordo com ele. No momento em que ele saiu, não faz sentido a gente ficar no clube. Infelizmente aconteceram alguma coisa que não sei dizer o que foi, só o próprio Sérgio pode explicar. Infelizmente, vamos sair todos. Vamos ver como vai ficar daí para frente – disse.

De acordo com o jornalista Pedro Alves, do GloboEsporte.com/PB, o acerto firmado era entre o próprio presidente e o grupo liderado por Breno Morais. Entretanto, Pedro Ruffo, diretor financeiro, passou a ameaçar Sérgio Meira devido a empréstimos realizados pelo Botafogo-PB e que não foram contabilizados. Desta forma, Sérgio decidiu renunciar ao cargo imediatamente.

No documento, Sérgio Meira, eleito no fim de 2018 e com mandato até o fim do mês de outubro deste ano, agradeceu ao apoio da imprensa, amigos e família durante o período e pediu desculpas para os que o incentivaram na empreitada.

Foto: Reprodução

Caso Orlando Soares renuncie a presidência temporária, o Conselho Administrativo do Botafogo-PB terá de convocar novas eleições para que o mandato seja cumprido até o fim de outubro, quando ocorre o pleito para a direção executiva ou para antecipação da mesma para que o novo mandatário da próxima gestão seja escolhido.

Em meio ao furacão que se passa nos bastidores da Maravilha do Contorno, a delegação botafoguense encontra-se em Brasília, de onde parte na quinta-feira (03) para o Maranhão, onde enfrentará o Imperatriz-MA, no sábado (05), pela quinta rodada do Grupo A da Série C. Na chave, o Belo tem 2 pontos em quatro jogos e ocupa a oitava posição, a primeira fora da zona de rebaixamento.

Sob a batuta de Sérgio Meira, o Belo venceu o estadual de 2019 e, no mesmo ano, foi vice-campeão da Copa do Nordeste. Este ano, contratações equivocadas, crise financeira e política culminaram na eliminação na semifinal do estadual para o Treze, o que desencadeou de vez a turbulência institucional do clube da estrela vermelha, que navega sem rumo um ano após a temporada em que mais arrecadou para os cofres em sua história.


Equipe @Vozdatorcida




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.