• Dra Milena
Locais

Segundo LIRAa de 2022 aponta redução no índice de infestação do Aedes aegypti em Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

O segundo Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2022, realizado em Patos pela Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Ambiental, apontou índice de 3,9% (médio risco de epidemia).

Comparado ao índice de 5,8%, resultante do primeiro LIRAa feito no início de 2022, a redução foi de 1,9%.

Mesmo representando um avanço, o resultado do LIRAa também significa que a cidade de Patos está em situação de alerta em relação ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.

De forma específica, alguns bairros apresentaram redução ainda maior, a exemplo do Jatobá que baixou de 12.2% para 5,5%, representando uma baixa de 6,7%. Já outros bairros tiveram o índice anulado, a exemplo do Residencial Itatinga que de 2,1% baixou para 0,0%.

De acordo com o coordenador da Vigilância Ambiental de Patos, José Júnior de Medeiros, a redução do LIRAa foi resultado da intensificação dos trabalhos de rotina e educação em saúde, visitas domiciliares e também do apoio do carro fumacê do Governo do Estado.

A cobertura do LIRAa forneceu dados sobre a situação de risco de epidemia do Aedes em 27 bairros e mais o distrito de Santa Gertrudes. Ainda de acordo com a Vigilância Ambiental, os bairros que ainda apresentam maiores índices continuarão recebendo ações intensificadas.

O LIRAa também apontou que os principais criadouros do mosquito continuam dentro das casas. Portanto, é importante cada cidadão evitar objetos que acumulam água e manter os quintais limpos.

Confira documento com resultado do segundo LIRAa no link:
SEGUNDO LIRAA DE 2022.pdf

Ouça mais detalhes no áudio abaixo:

José Júnior de Medeiros – Coordenador da Vigilância Ambiental (LIRAa 2)

Coordecom


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo