Segunda quinzena de dezembro terá chuvas em Patos-PB e muitas outras cidades do interior da PB, RN e CE



A Oscilação Maddem-Juliam poderá garantir a confirmação da previsão de chuvas acima da média em muitas localidades do Semiárido da PB, RN e CE, no mês de dezembro afirma o físico Rodrigo Cézar.

De acordo com o estudioso a primeira quinzena de dezembro será de pouca chuva na maioria das localidades do Semiárido da PB, RN e CE, devido a atuação em altos níveis na atmosfera da região, de uma onda planetária de energia associada ao sinal negativo para chuvas da Oscilação Maddem-Juliam.

Assim na primeira quinzena de dezembro a tendência é de redução da convecção e ocorrência de chuvas majoritariamente pontuais na região, mas na segunda quinzena do mês aponta o físico, a perspectiva é de um aumento da probabilidade de chuvas, decorrente da chegada de uma onda de energia agora com sinal positivo para chuvas, pontua.

A redução de chuvas nessa primeira quinzena do mês esteve também associada a presença de um Vórtice Ciclônico de Ar Superior no interior dos três Estados, com núcleo sobre o Semiárido do setor norte do Nordeste. Segundo o físico quando a periferia ou a borda leste do sistema está sobre o interior dos três Estados, as condições para chover na região ficam favoráveis no final do ano, o problema é que desde o final de novembro um Vórtice está com seu núcleo sobre o Semiárido da PB, RN e CE, isso fez diminuir muito a probabilidade de chuvas explica.

O estudioso acredita que o núcleo do sistema deva se deslocar nos próximos dias, e assim contribuir para um aumento das chances de precipitação sob o interior da PB, RN e CE finaliza.

O fenômeno climático La Niña perdeu um pouco de força nos últimos dias, e está atualmente com intensidade moderada, o mesmo poderá também colaborar para que boa parte do interior dos três Estados tenham boas chuvas após o dia 15 de dezembro de 2020.

Portal Ciência em Foco