Secretários de saúde discutem repasse de testes rápidos e EPIs



Os secretários municipais de saúde dos municípios da jurisdição Patos participaram de mais uma reunião ordinária da Comissão Intergestores Regional do Sertão (CIRs), via plataforma digital. Trata-se de um coletivo de gestores que discutem os problemas de saúde mais emergentes da população e buscam maior humanização, resolutividade e abrangência nos serviços disponibilizados pelo SUS.

A pandemia pelo coronavírus tem sido o foco desses encontros. Nesta última reunião, ocorrida ontem, segunda-feira 08, a gerente regional de saúde, Fernanda Érica de Medeiros, apresentou relatório dos novos lotes de testes rápidos e de EPIs para rateio entre os municípios e hospitais. Os gestores decidiram  que a divisão de EPIs seria igualitária.

Fernanda Érica reforçou a necessidade de correções que devem ser realizadas quando houver duplicidade e dúvidas pontuais na notificação da Covid-19, em se tratando da aplicação ou não do teste rápido.

João Paulo, apoiador do Cosems (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde), explicou sobre os encaminhamentos a serem seguidos pelos municípios quando da requisição dos testes rápidos para públicos prioritários, trabalhadores de saúde, no enfrentamento à pandemia, sendo que a testagem deverá ocorrer prioritariamente com os sintomáticos respiratórios ou que tenham histórico de contato com algum caso confirmado da doença.

Ainda sobre o ofício do Cosems aos municípios, ele citou a importância de estratégias de testagem rápida direcionadas às pessoas privadas de liberdade e funcionários que fazem a segurança dos presídios, como forma de reduzir os riscos de contaminação, ações que devem ser informadas quando da solicitação dos testes para esses públicos.

A 6ª Gerência já está fazendo a distribuição no novo lote de material aos municípios, testes rápidos para Covid-19 e EPIs (álcool em gel, máscaras n95, touca descartável), assim como testes rápidos para covid-19.

Assessoria