Secretário rebate informação sobre cadastro fantasma para conjunto habitacional em Patos e explica critérios. Ouça



O secretário de Desenvolvimento Econômico e Habitação de Patos, Flaviano Resende, disse nessa quarta-feira (05), que desconhece qualquer cadastro fantasma no programa habitacional executado pelo município, com incentivo do governo federal.

Há pouco mais de dois meses a frente da referida pasta, o secretário informou que o cadastramento da CEHAP possui uma grade mais completa, e por esse motivo o município está recadastrando as pessoas que já haviam sido cadastradas pelo prefeito afastado Dinaldo Filho, que no início do mandato resolveu planejar a construção de um conjunto habitacional com recursos próprios.

Portanto, trata-se da inclusão dos cadastrados anteriormente para o conjunto habitacional que não foi concluído, neste novo cadastro da CEHAP, conforme explicou o secretário.

Ele ainda ressaltou que essa adequação não prejudicou os novos cadastrados. Flaviano alega que dessa forma o cadastro será mais completo e com mais detalhes de acordo com as exigências da CEHAP.

O projeto do Conjunto Habitacional São Judas Tadeu 1 e 2 prevê a construção de 856 apartamentos. O secretário também destacou que o cadastro e a seleção feita pela própria CEHAP, não envolverá qualquer influência política, mas serão pautados totalmente nos critérios de necessidade de cada cadastrado.

Ouça mais detalhes na entrevista que segue.

Matéria escrita por Patosonline.com
Áudio gravado por Airton Alves (Rádio Espinharas)