• Dra Milena
Locais

Secretário de Recursos Hídricos reconhece necessidade de ampliação da estação de tratamento de água de Patos

O secretário garantiu que na volta a João Pessoa, estaria conversando com o presidente da Cagepa e daria um retorno ao povo de Patos

ÓTICAS GUIMARÃES

O secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos da Paraíba, Deusdete Queiroga, esteve visitando a cidade de Patos, juntamente com o governador João Azevêdo, na última semana. Na oportunidade, ele falou com a imprensa local sobre a ampliação da estação de tratamento de águas de Patos, que funciona nas proximidades do açude Jatobá.

O secretário reconheceu que a estrutura atual não é capaz de oferecer uma produção de água tratada compatível com o atual consumo de Patos e região imediata. Segundo ele, a ampliação da ETA é uma obra que poderá ser iniciada em breve, mas que deverá levar pouco mais de um ano para ser finalizada.

Inicialmente, o secretário afirmou que a Cagepa está realizando estudos para compreender melhor a necessidade da obra e a estrutura que deverá ter para apresentar condições de atender à demanda de Patos e região imediata. Ele ratificou a necessidade de ampliação da Estação de Tratamento de Água de Patos.

“Sobre a produção de água tratada em Patos, este é um problema que a Cagepa enfrenta ultimamente. Estive conversando com o presidente da Cagepa, Marcus Vinícius, e ele me falava sobre um projeto que está sendo concluído para a implantação de uma nova Estação de Tratamento de Água compacta para auxiliar a estação que já existe, que é uma convencional, feita de concreto. Mas a intenção é exatamente essa: ampliar a estação de tratamento. A água que chega a Patos é suficiente para atender ao município a à região, mas o problema realmente está em tratar um grande volume de água, que seja capaz de abastecer a todos”, explicou o secretário.

O secretário garantiu que na volta a João Pessoa, estaria conversando com o presidente da Cagepa e daria um retorno ao povo de Patos em breve sobre a obra. A previsão é que no próximo ano a obra seja iniciada, resolvendo uma problemática no município que vem gerando constrangimento e prejuízos em alguns bairros da cidade.

Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo