• Dra Milena
Locais

Secretário de Administração explica porque o município de Patos ainda não pode nomear classificados em concurso. Ouça

ÓTICAS GUIMARÃES

Diante do questionamento da senhora Melina Pereira, que diz estar entre as professoras classificadas no concurso público de 2018, e de sua cobrança para ser nomeada, o atual secretário de Administração da Prefeitura de Patos, Francivaldo Freitas, nos enviou um áudio onde esclarece alguns pontos da questão.

Francivaldo disse que Melina Pereira já tinha entrado com uma demanda judicial para buscar ser nomeada, e que a justiça negou esse pedido.

Como justificativa a isso, Francivaldo informou que a gestão municipal está fazendo um levantamento para identificar todos os cargos criados por lei no município de Patos.

Ele ainda explicou que o prefeito só pode nomear um servidor para se tornar efetivo, quando existe a criação do cargo específico para ser ocupado por um servidor efetivo.

Além disso, de acordo com o levantamento que por sinal ainda não foi concluído, a Prefeitura de Patos possui vários cargos ocupados por servidores efetivos, mas sem previsão legal.

Esse excesso de servidores ocupando vagas que por ventura não existem de forma legal, tem se dado por demandas judiciais que o município vem cumprindo.

Ou seja, atualmente o município de Patos possui mais servidores efetivos do que previsto em lei. Diante disso, o prefeito Nabor Wanderley pediu que seja concluído o levantamento para que não ocorra nomeações equivocadas.

Ouça mais detalhes no áudio que segue.

Matéria por Patosonline.com
Áudio produzido por Célio Martines


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo