Secretário de Administração diz que diferença de valores nos contracheques não é culpa da Prefeitura de Patos



O secretário de administração do município de Patos, Leônidas Dias, disse durante entrevista a Rádio Universidade FM de Patos, que os erros reclamados pelo SINFEMP nos contracheques dos servidores públicos municipais, não é culpa da Prefeitura de Patos.

Leônidas afirmou que os problemas são gerados por conta de empréstimos consignados contraídos pelos servidores e que a mudança dos valores está sob a responsabilidade das instituições financeiras responsáveis pelos empréstimos.

“Posso afirmar que 95% desses erros são de empréstimos consignados, e com 100% de certeza informo a população e aos servidores que não é culpa do município, é culpa dos bancos. Agora o município por ser atravessador entre a instituição financeira e o servidor, acaba sendo responsável por esses erros”, disse Leônidas Dias.

O secretário informou também que as irregularidades envolvem a empresa Consig Fácil, empresa responsável pelo gerenciamento dos empréstimos consignados e as instituições financeiras que prestaram o serviço ao servidor.

Ele finalizou dizendo que a empresa gerenciadora dos empréstimos é responsável pelo extorno dos valores e disse que todos os casos poderão ser recebidos pelo município, para ser encaminhados a empresa responsável.

A DENÚNCIA

A direção do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, afirmou que diversos servidores reclamaram ter recebido salários inferiores, adicional noturno pago também a menor e gratificações, causando uma grande revolta para as categorias prejudicadas.

De acordo com a entidade sindical, desde 2017 existe uma tropa de choque no setor pessoal com o objetivo de retirar direitos e perseguir os servidores públicos municipais.


Por Genival Junior – Patosonline.com