Locais

Secretária Helena Wanderley diz que pagamento de R$ 400,00 do Auxílio Brasil ainda não será em dezembro

ÓTICAS GUIMARÃES

A secretária de desenvolvimento social, Helena Wanderley, foi entrevistada nesta terça-feira (7), no jornal Espinharas Notícia, da Rádio Espinharas FM de Patos, e falou sobre a transição do programa Bolsa Família para o Auxílio Brasil, criado recentemente pelo governo federal.

Helena informou que todas as famílias beneficiárias do Bolsa Família migrarão de forma automática para o Auxílio Brasil, sem a necessidade de recadastramento por parte dos beneficiários, medida tomada segundo ela, para evitar congestionamentos no sistema dos Centros de Referência em Assistência Social-(CRAS), de todo o país, em função da grande procura que haveria por parte das famílias beneficiárias.

“O pagamento do novo valor de R$ 400,00 anunciado pelo governo ainda não será neste mês de dezembro, pois houve uma alteração dos valores, sendo o mínimo de R$ 100,00 para R$ 105,00 e de R$ 200,00 para 205,00, e por essa razão precisará passar novamente pela Câmara e pelo Senado”, disse Helena Wanderley.

Ela acrescentou que no mês de dezembro, os valores serão iguais ao recebido em novembro, com o aumento de 17,84%, que alterou de R$ 89,00 para R$ 100,00 o valor básico e de R$ 41,00 para R$ 65,00 o valor por cada filho beneficiado pelo programa.

Para quem tiver filhos de 0 a 3 anos, Helena afirmou que as famílias receberão R$ 130,00, referente ao benefício gestante e ao benefício nutriz, para todas as famílias cadastradas no perfil de pobreza e extrema pobreza, serão tratadas como prioridade.

Sobre o pagamento no valor anunciado de R$ 400,00, Helena afirmou que não há nenhuma informação sobre esse pagamento, embora o pagamento nesse valor será inicialmente relativo ao período de 1 ano, para as famílias com direito ao benefício.

A secretária falou que desde o dia 1º de dezembro foi reiniciado o cadastramento no Cadúnico e as famílias que se enquadram no perfil do programa e não estão cadastradas podem realizar o procedimento, bem como a atualização cadastral das famílias que há mais de dois anos não realizaram o seu recadastramento.

O atendimento pode ser feito nos CRAS, ou na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, localizada próximo ao colégio Cristo Rei, de 7 às 11 e de 13h às 17h.


Por Genival Junior – Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo