• Dra Milena
Locais

Secretária de Desenvolvimento Social, em Patos, garante que beneficiários do Bolsa Família migraram normalmente para o Auxílio Brasil. Ouça

ÓTICAS GUIMARÃES

Na última quarta-feira (17), o governo federal deu início ao pagamento do Auxílio Brasil. O novo programa substitui o Bolsa Família criado em 2003, pelo então presidente da república, Lula (PT).

O Auxílio Brasil, além de substituir o Bolsa Família, fará ampliações no número de beneficiários e no valor médio pago. Atualmente, 14,6 milhões de pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza são beneficiadas.

Em Patos, a secretária de Desenvolvimento Social, Helena Wanderley, afirmou durante programa radiofônico pela Rádio Espinharas, na manhã dessa segunda-feira (22), que o Auxílio Brasil migrou normalmente os beneficiários do antigo Bolsa Família.

Helena disse que a transição já foi feita, e que apenas uma questão de conta digital e conta antiga, da Caixa Econômica Federal, estava apresentando incompatibilidade. Contudo, garantiu que a própria Caixa está cuidando para resolver essa questão o mais breve possível.

Sobre as atualizações de dados dos beneficiários, a secretária informou que neste momento estão em processo essas adequações, e que assim que for liberado pelo governo federal após dia 30 de novembro, é que o município terá mais informações sobre esse programa atual.

A média de pagamento do Bolsa Família é de R$ 192. Porém, como o benefício é formado por diferentes pagamentos, conforme a composição familiar, o valor é variável. A proposta com o Auxílio Brasil é ampliar esses dois pontos.

Ouça mais detalhes no áudio que segue.

Helena Wanderley – secretária de Desenvolvimento Social (migração de beneficiários do Bolsa Família para o Auxílio Brasil)

Matéria por Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo