Se Sales Júnior renunciar, Secretário de Finanças deve assumir Prefeitura de Patos. Esse é o entendimento do advogado Alexandre Nunes. Escute



Foram muitos os rumores e boatos durante toda essa semana que o prefeito interino de Patos, Sales Júnior (PRB), não estaria aguentando a pressão, e (a exemplo de Bonifácio Rocha), cogitava renunciar o cargo. Sales teria ficado muito preocupado, quando de fato, tomou ciência da situação financeira do município, e pensado nessa possibilidade, ou seja, renunciar.

Apesar dessa hipótese ter sido logo rechaçada pela assessoria de comunicação do prefeito interino, ficou no ar essa possibilidade, e aí surgiram as perguntas: Se o prefeito foi afastado, o vice-prefeito renunciou, e o presidente da Câmara Municipal também, e agora, quem assume a Prefeitura de Patos?

Alguns juristas patoenses divergem sobre a ocupação do posto nessas condições. O advogado Alexandre Nunes, por exemplo, entende que, com base na Lei Orgânica do Município, em caso de vacância do prefeito, vice-prefeito e presidente da câmara, quem deverá assumir, é o secretário de finanças do município.

Na manhã deste sábado, a Redação do Patosonline.com fez contato com o advogado que explica agora seu entendimento do caso.

Escute:

 


Daqui a pouco será publicada outra matéria com um novo entendimento jurídico desse caso. A opinião será de outro advogado patoense.

Aguarde!

 

Patosonline.com