Politica

“Se eu tiver juízo, tenho que ajudar que o PT tenha outro candidato”, diz Lula em entrevista

Ao ser questionado sobre sua atuação política para o próximo pleito, Lula afirmou que a idade chegou, que acredita que o país precisa de alguém com mais saúde e força física para ocupar a cadeira.

ÓTICAS GUIMARÃES

Em entrevista a um jornalista do site UOL, nesta semana, o ex-presidente Lula deu declarações fortes de uma possível desistência da corrida eleitoral ao cargo de presidente em 2022. O vídeo que circula em parte da mídia brasileira traz as afirmações de Lula sobre a sua pré-candidatura.

Ao ser questionado sobre sua atuação política para o próximo pleito, Lula afirmou que a idade chegou, que acredita que o país precisa de alguém com mais saúde e força física para ocupar a cadeira.

Segundo ele, está cansado e acredita que, em 2022, não terá disposição suficiente para exercer o mandato. O ex-presidente afirmou que trabalhar para indicar alguém que possa substituí-lo e que tenha compromisso com os trabalhadores do país.

“Hoje eu tenho 77. Eu, para que eu fosse candidato em 2022, teria que estar com 100% de saúde, teria que estar com a energia que eu tenho agora, com disposição de andar, de fazer 10 discursos por dia. Não posso ser candidato e depois ficar um velhinho arrastando o pé dentro do palácio. Isso não é bom para o Brasil. Eu já dei a minha cota, já prestei serviço para este país. Espero que o Brasil e o PT não precisem de mim”, disse o ex-presidente.

Lula afirmou ainda que a melhor coisa que ele pode fazer para o Brasil é ser um forte cabo eleitoral e escolher alguém com competência para administrar a não, e essa seria a sua contribuição para o país.

“Se eu tiver juízo, tenho que ajudar que o PT tenha outro candidato e que eu seja um bom cabo eleitoral. É para isso que eu trabalho. É isso que eu quero fazer. Quero ajudar a eleger alguém que tenha compromisso com o povo, com os trabalhadores desse país”, declarou Lula.

Veja o vídeo com o trecho da entrevista abaixo:

Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo