Sangue frio:Homem confessa que matou comerciante a facadas e diz que não se arrepende



"assassino

A Polícia de Patos agiu rápido e prendeu na madrugada de hoje João Paulo Simões de Melo, 22 anos, acusado de ter assassinado na noite desta terça-feira o comerciante Antonio Luiz Monteiro, 33 anos. João Paulo foi preso às 3h da madrugada de hoje no bairro do Jatobá. Ele confessou o crime e disse que matou Antonio por causa de uma rixa quando ainda eles eram menores de idade.

João Paulo disse que não estava arrependido e que agora ia cumprir a pena sem temor algum. Segundo João, ele agiu sozinho. "Estava na minha bicicleta e me aproximei dele na mercearia. Falei com ele, apertei a mão dele e depois dei o golpe de faca no pescoço", com o acusado mostrando frieza.

Antonio foi assassinado a golpes de faca peixeira na noite desta terça-feira. O crime aconteceu por volta das 20h, numa mercearia localizada na rua Padre Assis, bairro da Liberdade em Patos. Segundo testemunhas, a vítima chegou e pediu uma bebida.

Antonio teve morte imediata devido à gravidade dos ferimentos. Os dois elementos fugiram de bicicleta sem deixar pistas para polícia. A Polícia Militar foi acionada e isolou a área. Antonio morava num beco vizinho ao local do crime.

A Polícia Científica esteve no local realizando os procedimentos de praxe. A delegada Júlia Valeska que também esteve no local do homicídio, abriu investigação para apurar o 51º assassinato do ano na cidade de Patos, mas confirmou que diante da confissão do acusado o crime está praticamente elucidado.

Horaexata